A Polícia Civil prendeu um dos maiores especialistas em furto de veículos em Belo Horizonte e região metropolitana. Conhecido como ‘Professor’, o suspeito ensinaria a prática criminosa a outros ladrões, e usava apenas uma tesoura para abrir os veículos, demorando de 12 a 14 segundos para concretizar a ação. 

Depois de três meses de investigação, policiais do Departamento Estadual de Operações Especiais (Deoesp) realizaram a operação Gazua, para desarticular a quadrilha liderada por ‘Professor’.

Além dele, também foi preso um suspeito conhecido como ‘Maçarico’, que encontrava-se solto e monitorado por tornozeleira eletrônica.

O outro comparsa do ‘Professor’ não foi encontrado pela polícia e a Justiça decretou três mandados de prisão contra ele, sendo duas temporárias e uma preventiva.

Na casa do líder da quadrilha, os policiais encontraram quatro centralinas, peças usadas para ligar o carro, e a tesoura usada por ele para abrir os veículos.

‘Professor’ já havia sido preso duas vezes, mas foi colocado  em liberdade. Para a polícia, ele confessou já ter furtado 300 veículos nos últimos quatro anos.

Para o delegado Thiago Lima Machado, ‘Professor’ é considerado um dos maiores ladrões de carro de região metropolitana. Ele responderá por crime de furto qualificado e associação criminosa. Já ‘Maçarico’ vai responder por associação criminosa.

 

Fonte: O Tempo Online||
Comentários
COMPATILHAR: