A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros continuam as buscas por Rejane Oliveira, de 42 anos, desaparecida desde segunda-feira da semana passada (6).

De acordo com o delegado Vinícius Machado, já foram realizadas varreduras em uma área bem ampla por terra. Enquanto isso, os bombeiros realizam buscas ao longo do leito do rio São Francisco.

Um drone também está sendo usado nas buscas, que já duram desde que a caminhonete em que a mulher estava foi encontrada, na última quarta-feira (8), às margens do rio São Francisco, entre as cidades de Luz e Lagoa da Prata.

Apesar de todo empenho, a mulher ainda não foi localizada.

O desaparecimento

Segundo familiares, Rejane saiu de Córrego Danta, onde morava, por volta das 13h de segunda-feira (6) com destino a cidade de Lagoa da Prata e, desde então, não foi mais vista. Familiares disseram que Rejane estava em uma Ford Ranger de cor prata, placas HJI 4296.

Qualquer informação sobre o paradeiro de Rejane pode ser comunicado ao Disque Denúncia, o 181 ou também por um telefone de contato fornecido pela família (37) 991033795. Rejane é natural de Santo Antônio do Monte e tem parentes na cidade de Arcos.

(Foto: Jornal Visão)

 

Fonte: Portal Arcos ||

Comentários