Há cerca de um mês, um ponto de ônibus localizado na avenida Paulo Lins foi interditado pela Defesa Civil. A decisão foi necessária em razão do rompimento de uma manilha, que causou o abalo da base da calçada.
De acordo com o secretário executivo da Defesa Civil, José Lopes do Couto, o local foi interditado por questão de segurança. ?A cratera está localizada bem embaixo do ponto de ônibus. Como não sabemos a gravidade da situação, por precaução, interditamos o local, já que nos horários de pico o número de pessoas no ponto aumenta?, disse.
Na rua, além do ponto de ônibus, há alguns trailers que funcionam como comércio. Os estabelecimentos não foram interditados e continuam funcionando. Segundo José Lopes, onde os trailers estão instalados não há risco de desabamento. ?A cratera se abriu no local exato onde fica o ponto de ônibus e não corre o risco de afetar o local onde ficam os trailers?, informou.
O secretário explicou ainda que todo o trabalho foi acompanhado pelo Corpo de Bombeiros e o laudo da Defesa Civil já foi enviado para a Secretaria de Obras. ?O laudo da Defesa Civil já foi enviado para a Prefeitura, que também receberá um laudo dos Bombeiros. Agora fica a cargo da Secretaria de Obras fazer os reparos necessários?.
A manilha que cedeu recebe as águas pluviais de toda a região central da cidade e de acordo com José Lopes, as obras precisam ser feitas com urgência, pois com o excesso de chuvas nos últimos dias, a cratera pode aumentar e agravar ainda mais a situação.
Mesmo com a gravidade da situação, a Prefeitura ainda não iniciou as obras de reparação e com as fortes chuvas que tem caído na cidade, o risco de desabamento se torna maior.
O portal entrou em contato com a Prefeitura, na terça-feira (17) para saber porque as obras ainda não foram iniciadas e recebeu uma nota da Secretaria de Comunicação, na tarde desta segunda-feira (23) informando que: ?O ponto de ônibus em questão, está interditado devido ao risco de desabamento, provocado por uma erosão em seu entorno, iniciada pelo rompimento de uma manilha da rede pluvial. A Secretaria Municipal de Obras está realizando o levantamento do solo para saber a real gravidade da situação. Após concluído o estudo, os reparos serão iniciados imediatamente?.

Enquanto o estudo da Secretaria de Obras não é concluído, a erosão aumenta o que pode acarretar em um problema mais grave.

Comentários
COMPATILHAR: