O prefeito de Formiga, Eugênio Vilela e a vice-prefeita, Adriana Prado, visitaram nesta quinta-feira (21) obras de melhoria na Santa Casa de Caridade.

Toda a melhoria da infraestrutura e projetos futuros da instituição foram apresentados pela gestora executiva, Myriam Araújo Coelho, e pelo superintendente administrativo, Marcos Antônio Caetano.

Eles mostraram ao prefeito e à vice as instalações do novo Pronto Socorro e da Sala Vermelha. Segundo divulgado pela Santa Casa, no Pronto Socorro os serviços como consulta, sutura, administração de medicamentos, inalações e curativos são prestados durante 24 horas. São oferecidas consultas de especialidades. Já a “Sala Vermelha” conta com entrada exclusiva para o Samu e atende todas as regras sanitárias.

A UTI Neonatal também passou por reformas como a troca do piso, de móveis, torneiras e pias e a pintura do espaço, a fim de melhorar o ambiente que acolhe os bebês e pais que utilizam do serviço, com mais higiene e conforto para os pacientes.

A fachada da Santa Casa também passa por reformas e, para o prefeito Eugênio Vilela, as obras são muito satisfatórias. “Isso demonstra a seriedade da administração da Santa Casa e reforça a parceria do Município com a instituição”.

De acordo com Eugênio, o município recebe diretamente os recursos do Fundo Nacional de Saúde. “Não passa mais pelo Estado e isso foi uma conquista nossa que facilita as transferências dos recursos para a Santa Casa. Antes demorava muito para receber, porque tinha que passar pelo Estado. Essa celeridade na movimentação financeira na transferência dos recursos por parte da prefeitura, que são de direito da Santa Casa, tem possibilitado as melhorias na infraestrutura da instituição”.

Myriam Araújo Coelho agradeceu a visita do prefeito e da vice-prefeita, e reforçou a parceria entre o Município e a instituição. “Momento importante de reconhecimento do trabalho executado em parceria para fortalecimento da instituição e garantia de um melhor serviço para população de Formiga e região. O prefeito se disponibilizou para buscar no Ministério da Saúde o credenciamento de Cardiologia tão logo o Estado encaminhe para União”.

Fonte: Decom


COMPATILHAR: