A Prefeitura de Itaúna divulgou nessa terça-feira (27) que ampliará as ações de abordagens a moradores em situação de rua no município; o trabalho contará com apoio da Polícia Militar (PM). A iniciativa visa oferecer assistência social às pessoas que estão nas ruas em meio à pandemia.

As abordagens sociais passarão a ser realizadas diariamente, sendo que eram feitas três vezes por semana. Além disso, a PM fará acompanhamento junto ao Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) para coibir possíveis ações de vandalismo e outros abusos, além de ações específicas em pontos da cidade onde as pessoas em situação de rua e dependência química têm se aglomerado.

Para reforçar os trabalhos, a Prefeitura de Itaúna cedeu uma sala à Polícia Militar nas dependências da rodoviária, para ser ponto de apoio neste e em outros serviços da corporação.

De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura, as melhorias de serviços têm sido realizadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social para equilibrar os impactos causados pela pandemia.

Posto do Migrante

O Posto do Migrante, um dos serviços do Creas, que funciona desde 2020 dentro da rodoviária de Itaúna, atende as pessoas que utilizam as ruas como espaço de moradia e sobrevivência.

O núcleo conta com equipe técnica especializada, oferece acolhimento, triagem, encaminhamentos para outros núcleos como Posto de Saúde da Família (PSF), Centro de Atenção Psicossocial (Caps II), Caps-AD, CadÚnico, Centro de Referência de Assistência Social (Cras), comunidades terapêuticas, albergue, Casa Azul.

O espaço também realiza a confecção de documentos, auxilia na procura de vagas de emprego no Sine, promove contato com famílias quando há informações, orientações, abordagens sociais, concessão de passagens para migrantes ou trecheiros para as cidades de Itaguara, Pará de Minas ou Belo Horizonte. Todas as ações respeitam as escolhas dos usuários atendidos.

“Situações de assistência social são de nossa responsabilidade, assim como as questões civis, como desordens, brigas, crimes, dentre outros, são de exclusiva competência e atuação do Poder Judiciário, principalmente por meio da Polícia Militar, nossa grande e importante parceira. A população tem a liberdade de dar sua esmola, porém, a generosidade acaba por atrair estas pessoas à cidade. Independentemente de qualquer coisa, são pessoas que merecem nosso respeito e das quais também esperamos este mesmo modo”, avaliou o secretário de Desenvolvimento Social, Élvio Marques.

Serviço

O Posto Avançado do Migrante funciona na Rua Manoel Gonçalves, nº 550, no Centro, dentro da rodoviária de Itaúna, na sala 10. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. O telefone para informações é o (37) 3241-6806.

Fonte: G1

Comentários
COMPATILHAR: