Com previsão de envolver 1,2 mil professores e 17,5 mil alunos de escolas estaduais e municipais de todas as regiões do Estado em 2011, o Programa Educação Sanitária passa a ser disciplina regular no currículo de todos os estabelecimentos de ensino localizados em comunidades rurais do município de Almenara, na região do Vale do Jequitinhonha.
O trabalho realizado pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), tem sido viabilizado por meio de parcerias estabelecidas com prefeituras e secretarias municipais de educação. A adesão da Prefeitura de Almenara ao programa aconteceu a partir de ações do Projeto Sanitaristas Mirins, executado pelo IMA, desde 2010, no Norte de Minas e no Vale do Jequitinhonha.
O trabalho está sendo difundido em todo o Estado há nove anos, beneficiando mais de 57 mil alunos e professores do ensino fundamental das redes estadual e municipal de ensino. Para este ano, a meta do projeto é expandir as atividades para mais 400 escolas em todo o Estado, envolvendo estudantes do ensino fundamental I e II, de 120 municípios.
A inspetora das escolas rurais da Secretaria de Educação de Almenara, Zeneide Gonçalves da Rocha, explica que a nova disciplina será ministrada a partir das temáticas (saúde animal, segurança alimentar, sanidade vegetal e meio ambiente) tratadas no livro ?A educação sanitária no dia a dia dos alunos – descobrindo a agropecuária na escola?, editado pelo IMA desde 2006. A publicação já está na sua 5ª edição.
?A implantação da educação sanitária no currículo escolar aproxima as crianças e os jovens da realidade do campo através do aprendizado prático e do despertar consciente das atividades rurais. Os alunos recebem informações sobre a importância da vacinação dos animais, cuidado com plantações e esse conhecimento é repassado para seus pais e para a comunidade em efeito cascata, sendo na maioria produtores rurais?, comenta Zeneide Gonçalves da Rocha.
Numa ação conjunta com a Secretaria de Educação de Almenara, o Instituto Mineiro de Agropecuária dará suporte aos professores e pedagogos na estruturação metodológica da disciplina. As capacitações dos professores serão realizadas a partir do conteúdo do livro, que será adaptado para os alunos do 1º ao 9º ano das escolas rurais.
O diretor-geral do instituto, Altino Rodrigues Neto, comemora o sucesso do projeto e ressalta. ?A abertura da grade curricular está permitindo a inserção de temas de interesse do cotidiano e da realidade dos jovens, o que poderá ajudar a manter a comunidade motivada, sobretudo as pessoas que pretendem continuar ligadas às suas origens e atuar na atividade rural?.
Sanitaristas Mirins
A coordenadora do Projeto Sanitaristas Mirins, Maria Elisabeth Rios de Resende, destaca que a iniciativa visa fornecer a alunos e professores, principalmente do meio rural, informações referentes à defesa sanitária agropecuária e proporcionar novos conhecimentos sobre a realidade do campo.
Elisabeth Rios ressalta que o Projeto Sanitaristas Mirins está evoluindo com destaque na região de Araxá, onde a Secretaria Municipal de Educação, Emater, IMA e outros órgãos uniram esforços para dar continuidade às ações. Na região, o projeto recebeu a denominação de Sanitarista Agropecuário Juvenil, uma vez que os estudantes, além de aprofundarem nos conteúdos tratados no livro editado pelo IMA, estão aprendendo a formar hortas caseiras, jardins e estão desenvolvendo a oralidade, pois passam a ministrar aulas para os colegas de outras séries. ?É muito gratificante acompanhar o interesse dos professores e a aprendizagem dos alunos envolvidos e motivados?, destaca Elizabeth Rios.

COMPATILHAR: