No dia 21 de agosto, a bibliotecária Regina Célia Reis Ribeiro, da Biblioteca Ângela Vaz Leão, e a coordenadora do curso de biblioteconomia do Unifor-MG, Margarita Rodrigues Torres, estiveram na 21a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, promovida no Anhembi, de 12 a 22 de agosto.
Por intermédio do Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL) ambiente eletrônico desenvolvido pelo Governo Federal e voltado para ações relacionadas a livro, leitura, literatura e bibliotecas, o Projeto Biblioteca Estação do Trabalhador, desenvolvido pelo Centro Universitário há cinco anos, em parceria com o curso de biblioteconomia, foi um dos trabalhos divulgados no evento.
No estande do PNLL, as representantes do Unifor-MG foram recebidas por Adriana Venâncio, colaboradora do Plano. A coordenadora do projeto, Regina Célia, fez uma explanação sobre o Biblioteca Estação do Trabalhador, falando da importância das ações de incentivo à leitura. Em seguida, foram distribuídos folderes explicativos e houve, também, uma troca de experiência com os outros visitantes.
As bibliotecárias participaram, ainda, de um momento com o escritor Ziraldo, que realizava o lançamento do livro sua autoria, ?O menino da Terra?. Na ocasião, elas adquiriram a obra, que foi autografada pelo autor, o qual se comprometeu a fazer doações de livros ao projeto. As representantes do Unifor-MG também fizeram contato com os escritores Pedro Bandeira e Maurício de Souza.
Segundo Regina, a visita à Bienal foi muito importante, pois permitiu contato com diversas novidades do setor, como o livro digital. ?Participar de eventos desta categoria traz possibilidade de crescimento e atualização profissional. A Bienal não é somente uma exposição de livros, realiza encontros de leitura, contação de histórias, oficinas e diversas atividades comandadas por escritores, atores e profissionais das letras. A programação é dedicada a crianças, jovens e adultos. Citando palavras do escritor Ziraldo, ?a leitura, hoje, deve muito ao profissional bibliotecário e às tias que compram livros para seus sobrinhos?, disse a bibliotecária.
As visitantes acreditam que a biblioteca possui a dimensão de um dinâmico polo difusor de informação e cultura, centro de educação
continuada, núcleo de lazer e entretenimento. Para isso, devem estar sintonizada com as tecnologias de informação e comunicação, suportes e linguagens, promovendo interação entre os livros e o universo que seduz as atuais gerações.
De acordo com Margarita Torres, ?a Bienal proporcionou a oportunidade de contatos com outros profissionais da área, a fim de conhecer diversas ações que incentivam a leitura. A divulgação do projeto desenvolvido pelo Unifor-MG mostrou, mais uma vez, a importância do bibliotecário se envolver em projetos sociais, levando cultura e informação à comunidade, uma vez que sua atuação não pode se limitar apenas à biblioteca?, encerra.
Biblioteca Estação do Trabalhador
Buscando integrar universidade e sociedade, foi criado o Projeto Biblioteca Estação do Trabalhador. Por meio de doações recebidas de escritores, editoras e comunidade, o acervo do projeto foi estabelecido.
O trabalho é desenvolvido em empresas de qualquer segmento, através de uma caixa-estante, colocada em local de fácil acesso. A mesma permanece na organização por um ano, oferecendo material diversificado, como livros didáticos e de literatura, DVDs, revistas, etc. O horário e o dia de funcionamento da minibiblioteca é sugerido pela própria empresa. Ao final do período do contrato, é premiado o funcionário que mais realizar empréstimos. Durante o desenvolvimento do projeto nas empresas, também são realizadas atividades culturais aos colaboradores, como palestras e ginástica laboral.
Em cinco anos de funcionamento, o projeto já alcançou os principais objetivos: disponibilizar uma biblioteca que atenda aos trabalhadores; incentivar o hábito da leitura, permitindo o acesso à informação e à cultura no local de trabalho; e contribuir para educar, valorizar e preservar documentos inerentes às empresas.
Empresas interessadas em participar podem entrar em contato com a bibliotecária Regina, pelo telefone: (37) 3329-1405 ou pelo e-mail: [email protected]

Comentários
COMPATILHAR: