A joalheria Safira Joias divulgou em seu perfil no Facebook uma montagem feita a partir de imagens gravadas no sistema de segurança da loja dos dois suspeitos de assaltarem o estabelecimento no dia 13 de agosto.
Até esta quinta-feira (23), às 17h, 279 pessoas haviam compartilhado na internet a imagem que mostra os assaltantes. Além disso, os proprietários da joalheria também divulgaram as fotos em uma emissora de televisão, com o intuito de que os suspeitos do assalto sejam reconhecidos.
O caso está sendo investigado pela polícia e já há várias pistas sobre os envolvidos no assalto. Suspeita-se que os assaltantes sejam de outra cidade e que eles contaram com o apoio de alguém residente em Formiga. Mais detalhes sobre o crime ainda não podem ser repassados para não atrapalhar o trabalho de investigação.
O assalto
Em uma segunda-feira (13), quase na hora de fechar o expediente do dia, um homem aparentando 30 anos entrou no estabelecimento para olhar algumas joias e mostrou interesse em comprá-las. Em seguida, entrou outro homem armado e anunciou o assalto.
O primeiro assaltante que entrou na loja, já havia visitado a loja três dias antes, com a desculpa de olhar cordões e pingentes. No dia do assalto pegou um saco de lixo que estava no bolso da sua calça e colocou doze rolos contendo pulseiras e cordões de ouro e uma bandeja com cerca de vinte anéis de brilhante, enquanto o outro indivíduo apontava a arma para as vítimas.
Durante o assalto, um rapaz entrou na loja para pagar uma conta e foi rendido e revistado, porém, não roubaram nada dele.
Os suspeitos fugiram em uma motocicleta velha. O condutor que estava armado saiu sem o capacete em direção à rua Presidente Kenedy e, em seguida, foram vistos seguindo sentido à Praia Popular.
Uma comerciante que trabalha ao lado da joalheria conseguiu anotar o número da placa da motocicleta utilizada pelos assaltantes, uma Honda/CG, cor vermelha.
Segundo uma funcionária da joalheria, a motocicleta foi encontrada abandonada em uma rua.

Comentários