Um radar que, além de detectar excessos de velocidade, também vai registrar documentos atrasados, multas acumuladas, veículos roubados e em mandado judicial para apreensão. Os dois primeiros equipamentos inteligentes em Minas entraram em operação ontem na MG-030, em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte. O primeiro dispositivo, instalado no sentido de quem segue para a capital, fica a cerca de 150 m do posto da Polícia Militar Rodoviária (PMRv). Já para quem segue no sentido Nova Lima, o detector está a 200 m da unidade de fiscalização.
Os equipamentos irão captar imagens das placas de qualquer veículo que passar por ele. As informações obtidas são enviadas para o banco de dados do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran -MG) e analisadas. O veículo que estiver em situação irregular imediatamente irá acionar um sinal sonoro no computador do policial que estiver monitorando o posto, indicando qual carro abordar.
Assim que o policial receber o alerta, ele fará a abordagem já com as irregularidades do automóvel em mãos, explicou o tenente Rômulo Morati, comandante do 4° Pelotão do Batalhão da Polícia Militar Rodoviária. Ainda segundo o militar, há a possibilidade de averiguação de irregularidades mesmo dos veículos que passarem em baixa velocidade. O motorista pode passar pelo radar até a 10 km/h, mas, se ele tiver alguma infração registrada, será detectado também.
O policial acredita que, com a utilização do radar inteligente, será possível potencializar e agilizar o trabalho dos militares, uma vez que o detector antecipa os automóveis com infração. Em apenas uma hora de funcionamento, o radar detectou 11 veículos com o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) atrasados. Todos foram apreendidos. O tenente lembra ainda que o radar só poderá funcionar próximo a um posto policial, onde o agente abordará o condutor para aplicação da multa.
A exemplo de São Paulo, que já possui sete radares inteligentes em todo o estado, Minas ganhará, até 2013, 28 novos aparelhos que serão divididos nas diversas regiões. Até o fim deste ano, será instalado um novo equipamento no Sul do Estado. O dispositivo, que funciona 24 horas por dia, foi instalado pelo Departamento de Estradas e Rodagens de Minas Gerais (DER-MG).

Comentários
COMPATILHAR: