ANO ELEITORAL

(Foto: Divulgação)

Canteiro central da José Higino passa por reformas

Já no início do quarto ano de mandato da atual administração, finalmente, as obras de reparo no canteiro central da avenida José Higino foram retomadas. Importante ressaltar que a obra é de responsabilidade do governo do Estado e vinha sendo executada pela empresa Pavidez Engenharia, vencedora da licitação realizada ainda na gestão anterior. Atualmente, funcionários e maquinários da empresa Cazanga Construtora e Imobiliária executam os serviços, sob o regime de sub-empreitada.

 Os serviços a serem executados

Segundo o Responsável Técnico da Pavidez, o engenheiro Cássio Henrique Inacarato, com escritório sediado em Arcos, a empresa arca com os ônus das obras em andamento, com o único intuito de bem atender as pessoas e empresas estabelecidas na região que; há muito tempo, reclamavam da impossibilidade de manobrarem veículos em razão do canteiro central, inicialmente previsto no projeto. Aberturas estão sendo realizadas nos canteiros, defeitos de pavimentação também serão corrigidos e um canteiro gramado e ornado por espécies de árvores apropriadas. Os  trabalhos deverão ser concluídos dentro de 20 dias.

(Foto: Divulgação)

Drenagem e escoamento de águas pluviais

Problemas pontuais (segundo o engenheiro) de drenagem que causam o alagamento de parte da via em ocasiões de chuvas mais torrenciais, também serão corrigidos, inclusive com a recuperação de uma série de bocas de lobo danificadas e hoje, inservíveis.

Iluminação das pistas

Questionado sobre a iluminação das pistas de rolamento, que segundo informaram a redação seria construída em rede sobre o canteiro central que divide as pistas, com a colocação de braços duplos de iluminação, Cássio que fez questão de frisar que à época da contratação da empresa pelo Estado, não trabalhava nesta localidade e que, ao que sabe, esta parte do serviço não foi licitada e não faz parte do escopo do contrato. “Posso lhe informar que inclusive a retirada de um poste que sustentava a rede atual de iluminação, demorou muito para ocorrer (responsabilidade da concessionária) e isso, inclusive, resultou na paralisação e atraso no cronograma de execução de serviços de nossa responsabilidade”, concluiu.

O que diz a Prefeitura

Nota oficial informa que a obra já havia sido recebida pelo governo estadual como “pronta” mas que, “(…) por interferência do prefeito junto ao secretário de Estado de Obras Públicas, Murilo de Campos Valadares, o Estado deu o aval para o Município fazer intervenções na avenida. A Prefeitura então entrou em contato com a empresa e solicitou que fossem feitos reparos na via, incluindo alguns solicitados por comerciantes da área. Sem custos para a Prefeitura, uma vez que se trata de reparos a uma obra feita recentemente (…)” e conclui informando que a fiscalização dos reparos está a cargo da Secretaria Municipal de Obras.

Dica do Moa

No estoque de terrenos de propriedade do município, um dos mais bem localizados e que certamente merece ter um destino mais nobre (do ponto de vista de sua real utilidade para o atendimento dos interesses da população) é o que há alguns anos seria destinado para a construção da sede do Legislativo. Sua localização: Avenida Deputado João Pimenta da Veiga, nas proximidades daquele que deveria ser ocupado pela nova sede a Sovepe. A área,  algo em torno de 10.000 m², já está inclusive terraplanada e por suas características, talvez pudesse abrigar a construção do novo prédio que segundo se noticia, precisa ser erguido para abrigar a sede Regional de Polícia Civil.

Pois bem, anotem aí: em reunião havida entre representantes do Sintramfor o  e o prefeito, Moacir Ribeiro para tratar de outros, entre comentários (paralelos) surgidos sobre a última visita de um grupo de lideranças à alta cúpula do governo estadual para tratar dentre outros assuntos, sobre a necessidade de se encontrar um local para uma sede definitiva destinada a Policia Civil, o prefeito Moacir,  se lembrou deste terreno e afirmou que se depender dele, providencia e autoriza a transferência do mesmo para atender a Polícia.

Assim sendo, fica a dica e um aviso aos interessados: Se movimentem logo, pois, em terra de cego, quem tem um olho… ou quem chega primeiro, bebe água limpa!

5º Troféu Formiga de Letras

O Clube Literário Marconi Montolli, por meio de sua diretoria, segundo oficio assinado por seu presidente, Paulo José de Oliveira, já se movimenta a partir de fevereiro para viabilizar o concurso literário anual de conto, poesia, redação e trova, intitulado “5º Troféu Formiga de Letras” com foco e prioridade aos cidadãos formiguenses. Interessados podem entrar em contato pelo e-mail:[email protected], ou pelo fone (37)99923-8122.

Contribuição de Iluminação Pública I

A Procuradoria do Estado de Minas Gerais já emitiu parecer sobre a contestação do pagamento da CIP 2015, em ação proposta pelo MPMG – Formiga  e o assunto está apenas aguardando o relatório para julgamento. Em breve teremos notícias, informou o tributarista que a pedido do jornal acompanha este caso de grande interesse da população.

Contribuição de Iluminação Pública II

Deve estar sobrando dinheiro ou a ordem é desperdiçar energia. Quem passa pelo Terminal Rodoviário pode perceber isso. Não são poucos os postes com luzes acesas durante o dia.

Comentários