O Cruzeiro entra em campo neste sábado, às 18h30, em Nova Lima, defendendo não apenas a liderança do Campeonato Mineiro. A equipe celeste tem um tabu particular para defender diante do Villa Nova. Desde 28 de fevereiro de 1999 a equipe de Belo Horizonte não perde para o Leão do Bonfim. A última vitória do Villa foi por 2 a 0, em partida válida pela Copa dos Campeões Mineiros, que viria a ser conquistada pelo Cruzeiro na época. Desde então, foram 18 confrontos entre as duas equipes, sendo 11 vitórias celestes e 7 empates. Na história, as duas equipes já se enfrentaram 232 vezes, com o Cruzeiro conquistando 116 vitórias e o Villa 45. Aconteceram ainda 71 empates. O jogo mais marcante entre as duas equipes acontecem na final do Mineiro em 1997, vencida pelo Cruzeiro por 1 a 0. Na ocasião, a partida foi acompanhada por mais de 132 mil torcedores, maior público da história do Mineirão.
Linha de frente
O Cruzeiro deverá contar com o retorno do atacante Borges para a difícil partida diante do Villa, atual 3º colocado. Um dos artilheiros da equipe no certame com 3 gols, o camisa 9 ficou de fora da vitória diante da Caldense na rodada passada. Ele foi poupado pelo técnico Marcelo Oliveira após reclamar de dores na coxa esquerda. Borges deve formar a linha de frente com Dagoberto.
Discrepância entre galos
Não é apenas o Cruzeiro que defende longa invencibilidade diante do Villa Nova. O Atlético também tem ótimo retrospecto diante do adversário de domingo, o Tupi. Em 47 anos de confronto, o Galo venceu 36 dos 61 duelos. A equipe de Juiz de Fora obteve 12 triunfos e 13 partidas terminaram empatadas. Em Juiz de Fora, o Atlético conquistou 11 vitórias. As duas equipes se enfrentam neste domingo, 31/03, às 16h no Independência, em BH.
Para fazer história
Nova aquisição para o elenco de Cuca, o experiente volante Josué chegou querendo marcar seu nome na história do Galo. O jogador, que vem de boa passagem pelo futebol alemão, conquistou títulos importantes no São Paulo, entre eles a Libertadores e o Mundial de Clubes, dois objetos de desejo do Galo nesta temporada. Para Josué, o grupo atleticano é coeso e forte para buscar os títulos almejados pela torcida. ?É bom mesclar jogadores jovens com experientes. O Atlético está se estruturando e fazendo um elenco forte. O elenco do Atlético, hoje, pode conquistar o Mineiro, o Brasileiro e não apenas priorizar a Libertadores. Quero parabenizar o Atlético pelo que está fazendo, com vitórias e jogando bem. Espero ajudar o Atlético a conquistar os objetivos?, disse o volante em sua apresentação.

Comentários
COMPATILHAR: