Servidores públicos efetivos (concursados) que prestam serviço junto ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e que ocupam cargo comissionado poderão optar pelo recebimento dos vencimentos do referido cargo, acrescido de gratificação de 30% ou pelo valor da remuneração do cargo de comissionado, de acordo com o que for mais vantajoso.
De acordo com a justificativa do projeto de lei 30/2014, aprovado na segunda-feira (30), essa opção já é concedida aos servidores públicos da administração direta.
Segundo o vereador Manoel Messias, de início ele entendeu que o funcionário do Saae teria uma redução no salário, mas após estudo e explicações da autarquia, percebeu que o servidor apenas escolherá como quer receber seu salário. ?Juntamente com a assessoria da Câmara, percebemos que ninguém será penalizado, isso nós nunca votaríamos aqui. A nossa função é de apoio e dar ao funcionalismo condições de ter um ganho maior. Essas pessoas apenas farão uma opção de salário?.
Atualmente, o salário de um calceteiro é de R$802, o de um bombeiro hidráulico é de R$886 e de um operário de serviços gerais é de R$726.

Comentários