Um dos sócios da empresa Santa Maria Ambulâncias, Geraldo Magela de Faria, esteve na reunião da Câmara Municipal desta terça-feira (16) e fez uso da ?Tribuna do Povo?. Ele respondeu às afirmações feitas pela advogada da Med Castro, Adriana Prado, na reunião da semana passada.
Em nome de toda a equipe da empresa, Geraldo Magela disse que foram completamente inverídicas as afirmações divulgadas pela empresa concorrente. ?É necessário esclarecer que a empresa Santa Maria Ambulâncias se habilitou no processo de tomada de preço neste município, sendo que esta logrou-se vencedora por mérito próprio. O médico responsável técnico pela empresa é o Dr. Giovanny, médico este cardiologista, cirurgião cardiovascular da equipe de cirurgia cardiovascular do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, com vasta experiência urgência e emergência, plantonista em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Beneficência Portuguesa de São Paulo?, contou.
Geraldo Magela disse que existem, ainda, outros profissionais da área da saúde que prestam serviços de forma autônoma à empresa Santa Maria Ambulâncias, dentre eles o médico Carlos Franco. ?Ele também possui vasta experiência em urgência e emergência, atuando nessa área por mais de dez anos, sendo que este possui elevada qualificação profissional e inquestionável competência em suas atribuições e considerado, ainda, o mais conceituado médico em urgência e emergência?.
De acordo com o sócio da Santa Maria, a empresa é composta por profissionais altamente qualificados no pronto atendimento para o transporte de urgência e emergência. ?Tais profissionais são treinados intensa e sistematicamente para oferecer o melhor desempenho e muita agilidade sem prejudicar a qualidade no trato com o paciente e seus familiares. Portanto, posso afirmar, com muita tranqüilidade, que a busca constante do aperfeiçoamento profissional faz de nossos profissionais verdadeiros mestres em salvar vidas, o que torna inverídica a alegação da empresa concorrente que não possui nenhuma prova em sentido contrário?, destacou.
Em relação à primeira viagem realizada pela empresa Santa Maria Ambulâncias, solicitada pelo Pronto Atendimento Municipal de Formiga, Geraldo Magela disse que esta foi sim prontamente atendida, segundo orientação também do médico que recebeu o paciente no Hospital Santa Lúcia, em Divinópolis. ?Nesse sentido, não foi juntado qualquer documento comprovando o contrário, como quer fazer crer a empresa concorrente em sua carta enviada a esta Casa, no dia 18 de outubro. Ressalto que, na referida carta, não foi juntado nenhuma requisição de transporte, nenhum relatório de viagem, nenhum relatório de enfermagem, bem como nenhum outro documento comprovando o alegado pela empresa concorrente. Tanto é verdade, que a empresa Santa Maria Ambulâncias não recebeu nenhuma notificação do município a respeito da suposta irregularidade, o que torna inverídica tal alegação?.
E Geraldo Magela continuou: ?É importante enfatizar também que a empresa Santa Maria Ambulâncias é uma empresa totalmente idônea, séria, competente e legalizada, cujo principal compromisso é a excelência no atendimento ao ser humano. Nós, da Santa Maria Ambulâncias, cultivamos a ética e o respeito ao próximo e oferecemos entusiasmo pelo trabalho como se cada dia fosse o primeiro dia e cada cliente o único cliente, ou seja, hoje melhor que ontem, amanhã melhor que hoje??.
Geraldo Magela ressaltou que a empresa está no mercado disponibilizando toda a infraestrutura necessária para o atendimento em urgência e emergência médica, garantindo totalmente a segurança aos seus clientes. ?Ainda informo que a esterilização dos materiais da empresa é realizada na Santa Casa de Formiga, mediante contrato formal e pagamento mensal deste serviço, e, portanto, com certeza não gera nenhuma despesa ao município?, explicou o sócio.
Ainda segundo Geraldo Magela, a Santa Maria Ambulâncias possui setor de farmácia, onde são armazenados os medicamentos necessários à prestação dos serviços. ?Isso permite que não sejam expostas a condições inadequadas e, ainda, sejam devidamente condicionados a um controle de temperatura adequado para não comprometer a qualidade e a eficácia dos mesmos?.
O sócio da Santa Maria ainda disse que outro fato que era preciso esclarecer é que, no dia 13 de outubro, em que foi lida a carta apresentada à Câmara Municipal pelo médico Carlos Franco a ambulância da empresa Santa Maria não estaria estacionada em frente à Câmara para tentativa de monopólio. Geraldo Magela agradeceu aos vereadores pela oportunidade de apresentar defesa aos comentários referentes à empresa Santa Maria Ambulâncias e se dispôs para mais esclarecimentos.

Comentários
COMPATILHAR: