A Secretaria de Desenvolvimento Humano divulgou nesta segunda-feira (15), que 124 das 300 famílias sorteadas no programa ‘Minha Casa Minha, Minha Vida’ não apresentaram a documentação necessária para  as tornarem oficialmente, beneficiárias do programa.

Conforme orientações feitas pela secretaria, no dia 12 de abril de 2015, data em que foram selecionados os candidatos para receberem uma casa no residencial Tino Pereira, os selecionados deveriam procurar a pasta responsável para apresentar os documentos complementares estabelecidos pela  financeira (Banco do Brasil).

De acordo com o edital de convocação, o não cumprimento da apresentação dos documentos  complementares  está causando  atraso neste programa o qual  só poderá  ser finalizado com 100% dos inscritos aptos para o sorteio das unidades residências.

             Os candidatos que ainda não apresentaram a documentação devem com urgência comparecer à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano, situada a rua Guiomar Garcia Neto, 151, Centro, tendo cinco dias úteis para regularizar a situação. O não comparecimento implicará na exclusão dos selecionados e imediatamente serão convocados os candidatos suplentes.

 

Redação do Jornal Nova Imprensa Secom

COMPATILHAR: