Desde o fim de semana a chuva tem causado problemas em cidades do Centro-Oeste de Minas. Na noite dessa segunda-feira (6), um temporal de granizo e fortes ventos destelhou casas e derrubou árvores em pelo menos cinco bairros em Pará de Minas, o fornecimento de energia em algumas regiões da cidade foi interrompido.

 Na sexta-feira (3), um forte temporal causou prejuízos em Arcos. O forte vento arrancou as tendas do parque de exposição que estava preparado para as festividades da ExpôArcos.  Além dos estragos feitos na estrutura da festa, a chuva danificou alguns dos equipamentos da cantora Marília Mendonça, que se apresentou no evento.

A organização do evento realizou os reparos das estruturas e os shows foram mantidos.

Tendas do parque de exposição de Arcos foram arrancadas pelo vento (Foto: Reprodução/Instagram)

O Corpo de Bombeiros de Formiga, responsável pelo atendimento da cidade, informou que também foi acionado para atender uma ocorrência no Centro em que telhas se soltaram de um prédio e havia risco de atingir pedestres que passavam pelo local. A Polícia Militar de Arcos isolou a área.

Ainda na cidade, os Bombeiros registram queda de árvores, alagamentos em vias públicas e casas foram destelhadas.

Em Pains, os Bombeiros informaram que choveu granizo por cerca de 30 minutos. Um estabelecimento comercial teve o teto danificado pelas pedras de gelo, que chegaram a medir três centímetros. Ninguém ficou ferido.

Um trecho da BR-494, entre Carmo da Mata e Oliveira, também ficou tomado pelas pedras de granizo. Com medo, motoristas chegaram a parar no acostamento até a chuva passar. O Corpo de Bombeiros de Oliveira afirmou que apesar da gravidade, ninguém ficou ferido.

Já em Lagoa da Prata, a chuva durou cerca de 40 minutos e em alguns pontos da cidade o granizo ficou acumulado nas ruas. Apesar do alto índice pluvial e do alerta do Inmet, a Defesa Civil afirmou que até o momento nenhum alerta foi emitido.

A situação ficou grave após o temporal em Carmópolis de Minas e, segundo a Prefeitura, o prejuízo chegou a R$9 milhões. Nessa segunda-feira (6), 2.500 alunos da rede municipal ficaram sem aulas.

Estradas ficaram alagadas no sábado (4) (Foto: Prefeitura de Carmópolis de Minas/Divulgação)

Além disso, o município teve que remanejar as cirurgias do único hospital da cidade, uma vez que o temporal atingiu o centro cirúrgico e molhou todos os equipamentos da sala. Um decreto de calamidade pública está em vigor na cidade, desde o final de semana.

Alerta

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta amarelo para chuvas intensas em todo o Estado. Conforme o Inmet, a previsão é que chova entre 20 e 30 milímetros por hora nos próximos dias, com a máxima chegando a 50 milímetros por dia, e que os ventos variem entre 40 e 60 quilômetros por hora.

Devido a intensidade da chuva e dos ventos previstos, o Inmet alerta que há risco de cortes de energia, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

 

Fonte: Com G1 ||

Comentários
COMPATILHAR: