Resolução do Contran que entraria em vigor a partir de 1º de julho, reduzindo a tolerância entre eixos para 5%, foi prorrogada na manhã desta quarta-feira (30/7) para dezembro

A resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que reduz de 7,5% para 5% a tolerância máxima sobre os limites de peso bruto transmitidos por eixo de veículos à superfície das vias públicas entrará em vigor em dezembro deste ano. Inicialmente, a nova lei passaria a ser cobrada a partir desta quarta-feira (1/7), porém, o Contran, na manhã de hoje (30/7), prorrogou até dezembro a permissão para que os caminhoneiros trafeguem com até 7,5% de tolerância no peso entre os eixos.

Comentários
COMPATILHAR: