Sem ganhar no Campeonato Brasileiro há oito jogos, o América, com 34 pontos, é o primeiro clube fora da zona de rebaixamento e tem a mesma pontuação da Chapecoense, em 17º lugar, primeiro clube no Z4.

Insatisfeitos com os últimos resultados, os torcedores alviverdes organizam um protesto para esta sexta-feira (2), às 8h, em frente ao CT Lanna Drumond, em Belo Horizonte.

No fim de julho, a torcida do América também protestou contra a sequência negativa da equipe. Na ocasião, as reclamações foram feitas depois de duas derrotas (Cruzeiro e Paraná, 13ª e 14ª rodadas, respectivamente) sofridas pelo time comandado pelo técnico Ricardo Drubsky, depois da parada para a Copa. No mesmo dia, mas sem ter relação direta, o clube anunciou a chegada de Adilson Batista, enquanto Drubsky voltou à diretoria de futebol.

Após a contratação de Adilson, o América conseguiu bons resultados ao vencer Internacional e Santos, e empatar com o Palmeiras, atual líder do Brasileirão. Entretanto, o clube voltou a vivenciar uma sequência irregular e conquistou só mais duas vitórias (contra Sport e Vasco) até aqui.

O América passou então a conviver entre os 10 últimos colocados do Brasileirão e, sem placares positivos, já briga contra o rebaixamento. Depois da derrota por 1 a 0 para a Chapecoense, concorrente direta contra o Z4, no último domingo, o clube chegou a 48,4% de chances de ser rebaixado, de acordo com números do Departamento de Matemática da UFMG.

No próximo domingo (4), às 17h, o América entra em campo no clássico mineiro contra o Cruzeiro, no Independência, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No último jogo, o América, de Adilson Batista, foi derrotado para a Chapecoense, adversária direta na luta contra o Z4 (Foto: Daniel Hott/América)

 

 

 

Fonte: Super Esportes||

Comentários
COMPATILHAR: