O vereador Geraldo Cláudio Rodrigues (PSB), preso na última quarta-feira (14) em Arcos, suspeito de compra de votos nas eleições deste ano, foi solto na sexta-feira (16), por meio de um habeas corpus concedido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). As informações foram repassadas pela Promotoria da cidade. Ele foi solto três dias antes de vencer o prazo da prisão temporária.

 

 

A Câmara de Arcos respondeu que considera o caso como “um problema pessoal” do vereador e que não vai emitir nenhum comentário oficial sobre a prisão dele até que a investigação seja concluída.

Ainda de acordo com a Promotoria, as investigações seguem no Ministério Público (MP) até oferecimento de denúncia à Justiça Eleitoral. As provas colhidas estão sendo analisadas, como informou o MP.

 

(Foto: Divulgação/Câmara de Arcos)

Prisão
O vereador foi detido após uma ação do Ministério Público (MP) de Arcos com o apoio da Polícia Militar (PM) e da Polícia Civil, que cumpriu um mandado de prisão temporária contra o suspeito, conhecido na cidade como Claudinho Despachante.

Ainda de acordo com algumas informações repassadas pelo Ministério Público, ele foi detido em casa. Durante a manhã da última quinta-feira (15) foi ouvido na Promotoria. O MP destacou que a prisão precisou ser feita porque ele estaria atrapalhando as investigações sobre a possível compra de votos.

 

O vereador
Segundo informações publicadas no site da Câmara de Arcos, Claudinho Despachante está no 5º mandato consecutivo de vereador. Ele disputou novamente as eleições deste ano para o cargo, mas não foi reeleito.

 

Fonte: G1 ||http://g1.globo.com/mg/centro-oeste/noticia/2016/12/tre-concede-habeas-corpus-e-vereador-de-arcos-e-solto.html

Comentários