Em dia de eleição é comum que o policiamento das ruas seja reforçado para evitar que situações consideradas crimes eleitorais ocorram. Segundo dados fornecidos pela assessoria de comunicação da Polícia Militar, Formiga teve um pleito tranqüilo, sem ocorrências graves, muito embora três pessoas tenham sido detidas por estarem fazendo boca-de-urna.
Boca-de-urna nada mais é que propaganda eleitoral realizada no dia das eleições. Usar de artifícios como o uso de alto-falantes, distribuição de santinhos e outros materiais de propaganda, além de outras práticas, são considerados crimes puníveis com detenção. Em Formiga, o fato ocorreu à Rua Amazonas com Rua Iago Pimentel, no bairro Sagrado Coração de Jesus, onde três pessoas foram pegas fazendo propaganda para dois candidatos a vereador.
Além das prisões, outras sete ocorrências relativas ao pleito foram registradas, porém nenhuma com gravidade. A assessoria de comunicação da PM também informou que a Lei Seca, que deixou de vigorar às 20h do domingo (5), foi respeitada e que nenhum problema relativo a isso foi encontrado.

Comentários