A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu, na semana passada, o inquérito policial que investigava a venda ilegal de medicamentos veterinários, em site de compra e venda.

Foram cumpridos cinco mandados de buscas nas cidades de Campo Belo e em Varginha, no Sul do Estado. A operação resultou na prisão de três suspeitos, sendo que dois estão foragidos.

De acordo com as investigações, os indivíduos realizavam a comercialização em 14 contas diferentes em sites de compra e venda, tanto em nomes próprios como em nome de laranjas, sendo apurado a movimentação de cerca de R$ 2 bilhões pela organização.

Em 2019, os suspeitos já haviam sido investigados por desvios de grande quantidade de produtos cosméticos, de higiene, medicamentos e de uso veterinário de empresa de descarte ambiental, além da falsificação de rótulos e embalagens. No início de 2021 foi constatado que os suspeitos haviam retornado a venda dos medicamentos pela internet, desencadeando a operação.

Além das prisões temporárias, também foram sequestrados veículos de alto padrão, motocicletas, equipamentos eletrônicos pertencentes aos investigados e um pacote com centenas de unidades do medicamento veterinário vendido pelo grupo criminoso.

Os suspeitos permanecem em prisões cautelares e o inquérito relatado ao Poder Judiciário.

Fonte: ASCOM-PCMG  

Comentários
COMPATILHAR: