Devido a desconfianças da população, denúncias de vereadores e até mesmo erro na vacinação contra a Covid-19 de pessoas fora da faixa etária prioritária, a Controladoria-Geral do Município de Uberaba investiga supostas irregularidades na imunização da cidade.

Nessa quarta-feira (31), segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Uberaba, o órgão encaminhou ofício ao vereador Cabo Diego Fabiano (PP), solicitando mais informações sobre a denúncia que ele recebeu de frasco aberto irregularmente. 

“Esta é uma das possíveis situações de irregularidades investigadas pela Controladoria-Geral no âmbito da averiguação preliminar, iniciada anteriormente, que se concentra na apuração de atos supostamente indevidos de agentes públicos municipais envolvidos na imunização”, informa a controladoria.

Se identificados indícios mínimos, poderá ser aberta sindicância investigativa ou processo administrativo contra o servidor, bem como comunicar o caso ao Ministério Público, ou seja, a pessoa que favorecer, indevidamente, alguém que não esteja elencado como prioridade na vacinação, poderá ser responsabilizado civil, administrativo e/ou penalmente”, afirmou a controladora-geral Poliana Helena de Souza.

O órgão da Prefeitura de Uberaba também coordena uma auditoria que confrontará a lista dos vacinados com as normativas de saúde em vigência na época da aplicação de cada dose. 

Fonte: Estado de Minas

Comentários