O vereador Mauro César/PMDB disse durante reunião na Câmara Municipal, na segunda-feira (11), que o município de Formiga pode perder uma verba relativa a dois contratos com a Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 400 mil para pavimentação e calçamento de vias. O repasse é oriundo de emendas parlamentares, cujo convênio foi firmado em 2010. O vencimento é no dia 30 deste mês.
Ainda no mesmo dia, o vereador recebeu um documento do gabinete do deputado federal Antônio Andrade/PMDB, explicando sobre o cancelamento de convênios e do contrato de repasses.
O documento assinado pelo parlamentar ressalta que todos os convênios com os ministérios do Governo Federal e os contratos de repasses com a Caixa Econômica no exercício financeiro de 2010, que ainda não tenham obras iniciadas até o dia 30 de junho deste ano, serão cancelados de forma irreversível e irretratável, perdendo dessa forma todo o recurso de emenda parlamentar. ?Venho alertar a Vossa Excelência que os contratos de repasse dispostos ainda não têm medição disponibilizada no sistema de acompanhamento de obras da Caixa Econômica Federal?, explica a carta.
Na Prefeitura
A redação do jornal Nova Imprensa e do portal Últimas Notícias entrevistou o coordenador do Setor de Convênios da Prefeitura, Geraldo Magela de Oliveira. De acordo com ele, as licitações para a execução das obras já foram feitas. ?Só não iniciamos as obras, porque está sendo reprogramado lá na Caixa Econômica, e nós estamos ?correndo? aqui para ver se a gente consegue arrumar isso até o dia 30 de junho?.
Já o secretário adjunto de Obras, Riderson Borges, disse que o secretário da pasta, Rodrigo Bahia, havia solicitado ao coordenador do Setor de Convênios para providenciar um release sobre os convênios e encaminhar para a imprensa para que seja divulgado. ?A secretaria é muito grande e ficamos mais é fiscalizando as obras?, disse.

Comentários