Em vistoria feita pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) técnicos concluíram que 200 árvores precisam ser derrubadas no Parque Municipal Américo Renné Giannetti. Os trabalhos para retirada começam na próxima segunda-feira, a partir de 9h. A força-tarefa da PBH já fiscalizou 36% das 3,7 mil árvores do parque, depois do acidente que matou Maria de Fátima Ferreira. Um jatobá de cerca de 30 metros caiu sobre a mulher no dia 12 de janeiro. Dois dias depois do ocorrido, o parque foi fechado. A interdição vai durar pelo menos dois meses, mas pode chegar a 90 dias.
Já foram vistoriadas 1.338, sendo que 278 devem ser podadas e 200 derrubadas. Outras 61 árvores ainda serão avaliadas posteriormente. Durante a fiscalização foram verificadas 788 árvores saudáveis.
A equipe de trabalho da força-tarefa é composta por técnicos das nove regionais da Prefeitura, Secretaria Municipal do meio Ambiente, Fundação de Parques Municipal (FPM), Fundação Zoobotânica, Defesa Civil, Gurada Municipal, Corpo de Bombeiros e Cemig.
Em Formiga
Nesta semana em Formiga, em decorrência das chuvas, vários galhos de árvores caíram, principalmente, as que estão próximas ao rio Formiga. O secretário de Gestão Ambiental, Paulo Colho, explica que será feita uma avaliação nas árvores da cidade. Por causa da limpeza do rio, que foi feito recentemente, e por se tratar de árvores centenárias, muitos motoristas estacionam seus veículos próximos a essas árvores, é importante lembrar que há grandes riscos de queda de galhos.

Comentários
COMPATILHAR: