“Você foi a melhor mãe para o seu filho”. A frase foi escrita em uma das mensagens enviadas por Rosângela Medeiros para a filha, Monique Medeiros, presa sob suspeita de envolvimento na morte do filho Henry, de 4 anos.

“Tem coisas que nós, mães, não conseguimos evitar que o filho passe. Estou em oração por você e Deus escuta nossas orações”, escreveu Rosângela. As mensagens foram descobertas pela Polícia Civil nos celulares e computadores da família, que foram apreendidos com autorização da Justiça. As informações são do jornal Extra.

A polícia encontrou também conversas de Monique com o pai. “Devo merecer o que está acontecendo. Foram escolhas minhas. Agora estou colhendo. Me sinto culpada”, escreveu. Foram 136 mensagens trocadas pelos dois entre 13 e 24 de março e, para a polícia, a fala de Monique valida a hipótese de que ela teria ciência das agressões sofridas pelo filho.

Monique Medeiros e o vereador Dr. Jairinho, seu companheiro, estão presos por suspeita de provocar a morte do menino Henry. Em depoimento, os dois sustentaram que o menino caiu da cama, mas o laudo da necropsia apontou que a criança teve 23 lesões pelo corpo. A investigação está em andamento.

Com Covid-19, Monique está isolada em uma cela do Hospital Penitenciário no complexo de Gericinó.

Fonte: O Tempo

Comentários
COMPATILHAR: