Volta de Andersom Silva marca luta histórica no UFC

Nick Diaz também retorna ao UFC. Ele não luta desde março de 2013, quando foi derrotado por Georges St. Pierre, valendo o cinturão dos meio-médios.

Nick Diaz também retorna ao UFC. Ele não luta desde março de 2013, quando foi derrotado por Georges St. Pierre, valendo o cinturão dos meio-médios.

Fim da euforia pelo UFC com segundo maior público da história, em Estocolmo, na Suécia. As atenções voltam para Las Vegas, onde o Ultimate Fighting Championship (UFC) terá neste sábado (31) uma das maiores lutas de sua gloriosa história, com a volta de Anderson Silva.
Spider, maior lutador dos 21 anos de organização, retorna ao octógono após uma grave fratura que lhe afastou por mais de um ano do octógono. Na edição 183, que será realizada na MGM Grand Garden Arena, ele enfrenta Nick Diaz na luta principal do card.
Anderson Silva tem números impressionantes no UFC. Antes das duas derrotas para Weidman, Spider havia conquistado 16 vitórias consecutivas, com dez defesas de cinturão seguidas e recorde de nocautes na organização, com 11 vitórias desta forma. Por todos estes números, além de todos os prêmios recebidos durante os anos de Ultimate, o brasileiro precisa de apenas uma vitória para voltar a lutar pelo título dos médios, que atualmente pertence a Chris Weidman e que será colocado em jogo dia 28 de fevereiro, contra Vitor Belfort.
Nick Diaz também retorna ao UFC. Ele não luta desde março de 2013, quando foi derrotado por Georges St. Pierre, valendo o cinturão dos meio-médios. Ele ganha a oportunidade de retornar à organização em um grande evento, contra uma lenda, e vai fazer de tudo para tornar este momento um dos mais marcantes de sua carreira. Caso vença, o ?Bad Boy? poderá dar um salto no Ultimate e voltar a ter grandes lutas para sua carreira.

Legião de brasileiros no card
Outros oito lutadores brasileiros estarão presentes no card que marca o retorno de Anderson Silva, que puxa a legião de atletas do país no UFC 183. O mais importante deles é John Lineker, que teve luta contra Ian McCall remarcada. Se vencer, o ?Mãos de Pedra? poderá lutar pelo cinturão da categoria mosca, contra o campeão Demetrious Johnson. O duelo acontece no card preliminar.
Dois lutadores brasileiros estão no card principal além de Anderson Silva. Pela categoria dos médios, Thales Leites encara Tim Boetsch. Na divisão dos meio-médios, Thiago ?Pitbull? Alves enfrenta Jordan Mein.
No card preliminar teremos o único lutador mineiro escalado no evento. Rafael ?Sapo? Natal ganha chance em mais um grande card, contra o inglês Tom Watson, pela categoria dos médios.
Ainda estão no card do evento Thiago Marreta, que enfrenta Andy Enz pela divisão dos médios, assim como duelo entre os brasileiros Rick Monstro e Ildemar Marajó. Pela categoria dos penas, Diego Brandão encara Jimy Hettes.

Comentários

Sobre o autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Volta de Andersom Silva marca luta histórica no UFC

Nick Diaz também retorna ao UFC. Ele não luta desde março de 2013, quando foi derrotado por Georges St. Pierre, valendo o cinturão dos meio-médios.

Nick Diaz também retorna ao UFC. Ele não luta desde março de 2013, quando foi derrotado por Georges St. Pierre, valendo o cinturão dos meio-médios.

 

Fim da euforia pelo UFC com segundo maior público da história, em Estocolmo, na Suécia. As atenções voltam para Las Vegas, onde o Ultimate Fighting Championship (UFC) terá neste sábado (31) uma das maiores lutas de sua gloriosa história, com a volta de Anderson Silva.

Spider, maior lutador dos 21 anos de organização, retorna ao octógono após uma grave fratura que lhe afastou por mais de um ano do octógono. Na edição 183, que será realizada na MGM Grand Garden Arena, ele enfrenta Nick Diaz na luta principal do card.

Anderson Silva tem números impressionantes no UFC. Antes das duas derrotas para Weidman, Spider havia conquistado 16 vitórias consecutivas, com dez defesas de cinturão seguidas e recorde de nocautes na organização, com 11 vitórias desta forma. Por todos estes números, além de todos os prêmios recebidos durante os anos de Ultimate, o brasileiro precisa de apenas uma vitória para voltar a lutar pelo título dos médios, que atualmente pertence a Chris Weidman e que será colocado em jogo dia 28 de fevereiro, contra Vitor Belfort.

Nick Diaz também retorna ao UFC. Ele não luta desde março de 2013, quando foi derrotado por Georges St. Pierre, valendo o cinturão dos meio-médios. Ele ganha a oportunidade de retornar à organização em um grande evento, contra uma lenda, e vai fazer de tudo para tornar este momento um dos mais marcantes de sua carreira. Caso vença, o ‘Bad Boy’ poderá dar um salto no Ultimate e voltar a ter grandes lutas para sua carreira.

 

Legião de brasileiros no card

Outros oito lutadores brasileiros estarão presentes no card que marca o retorno de Anderson Silva, que puxa a legião de atletas do país no UFC 183. O mais importante deles é John Lineker, que teve luta contra Ian McCall remarcada. Se vencer, o ‘Mãos de Pedra’ poderá lutar pelo cinturão da categoria mosca, contra o campeão Demetrious Johnson. O duelo acontece no card preliminar.

Dois lutadores brasileiros estão no card principal além de Anderson Silva. Pela categoria dos médios, Thales Leites encara Tim Boetsch. Na divisão dos meio-médios, Thiago ‘Pitbull’ Alves enfrenta Jordan Mein.

No card preliminar teremos o único lutador mineiro escalado no evento. Rafael ‘Sapo’ Natal ganha chance em mais um grande card, contra o inglês Tom Watson, pela categoria dos médios.

Ainda estão no card do evento Thiago Marreta, que enfrenta Andy Enz pela divisão dos médios, assim como duelo entre os brasileiros Rick Monstro e Ildemar Marajó. Pela categoria dos penas, Diego Brandão encara Jimy Hettes.

Redação do Jornal Nova Imprensa ESPN

Comentários

Sobre o autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.