Tudo funcionando muito bem até agora, dentro do que estava previsto pelo país anfitrião, que não abriu mão de suas tradições, como bebida alcóolica, por exemplo. Não relaxou, como queriam os patrocinadores e a FIFA. Fazer o quê? O que é combinando não sai caro.

Caro mesmo é pra quem está aqui ou que está vindo. Nos restaurantes, no comércio, nos centros de imprensa, nada é barato para brasileiro. Qualquer coisa em “rial” (o dinheiro deles), a gente multiplica por 1.5. Aí você faz conta de um pacotinho de batata chips, que custa 10 deles. Sai a R$ 15 ou treco que no Brasil não passa de R$ 3,00.

Na sequência das minhas colunas e postagens no blog vamos falando a respeito de tudo. A propósito, estou diariamente no twitter/chicomaiablog , instagram/chicomaiablog e facebook/chicomaiablog. Postando vários vídeos todos os dias.

Também no twitter/HojeemDia e na BandNews FM 89,5 às 10h10, batendo papo descontraído com os ótimos Lucas Catta Preta, Luciana Viana e Murilo Rocha.

Equivoca-se que diz que política e futebol não se misturam. Aqui, por exemplo, jogadores da Inglaterra e do Iran foram corajosos e fizeram seus protestos, em grupo, antes de a bola rolar nos 6 x 2 dos ingleses. Os do Iran não cantaram o hino do país, em solidariedade às vítimas da violenta repressão que está ocorrendo no país, pela morte

da jovem sob custódia da polícia do costumes e moralidade iraniana. Corajosos demais estes jogadores, que certamente sofrerão pesadas retaliações (e possivelmente suas famílias), quando retornarem ao Iran.

Os jogadores ingleses se ajoelharam no gramado, em protesto contra a violação de direitos humanos no Catar, tema delicado aqui e reprimido de forma dura pelo governo. Outras seleções prometem protestar no decorrer da Copa e este assunto vai continuar rendendo.

Enquanto isso vou retornando a perguntas e observações de companheiros do blog que se manifestaram aqui, como o Alysson Sol:

“Chico,

Você esteve no primeiro jogo? Estou curioso em saber como está a temperatura nos estádios. O jogo foi realmente de baixo nível técnico. Mas foi notório também que os jogadores do Equador e do Qatar estavam suando demais. Jogadores do Equador chegaram a ser substituídos com distensões musculares e sinais de exaustão. E tanto Qatar quanto Equador são países bem quentes. Acredito que ao menos parte da fraqueza técnica da partida se deva ao calor. Se isto for confirmado, podem haver problemas com os jogadores dos países menos acostumados ao calor. Vamos aguardar.”

Sim caro Alysson, estive e a temperatura não será motivo para jogador nem ninguém reclamar aqui. Além dos termômetros ficarem na faixa dos 25 graus nessa época, há ar condicionado em todos lugares, estádios inclusive.

Um professor da Universidade do Catar colocou em prática um projeto no qual trabalhou por 13 anos e foi aperfeiçoado para entrar em ação na Copa. Estádios climatizados, no gramado e cadeiras. Recomendo três sites com entrevistas e muitos detalhes.

www.fifa.com/tournaments

https://www.fifa.com/tournaments/mens/worldcup/qatar2022/news/dr-cool-the-mastermind-behind-qatar-2022-s-air-cooled-stadiums

 

Na tribuna de imprensa, na abertura, fiquei ao lado de companheiros de muitas outras coberturas: Cosme Rímoli, do R7 e Jaeci Carvalho, do Uai/Estado de Minas

***

O Felix Batista reclamou do VAR, que teria metido a mão no Equador:

“Neste momento o Equador é garfado pelo VAR. Triste sina equatoriana, enfrentar os anfitriões na estreia. O mundo não muda, o erro tem símbolo e cor!

Novamente garfado, o goleiro do Qatar teria que ter sido expulso.”

 

Em princípio todo mundo pensou a mesma coisa no caso do primeiro gol, anulado. Mas depois apareceu uma imagem da perna de um jogador do Equador à frente, dando razão ao VAR.

O Juca da Floresta falou dos preços salgados da cerveja por aqui:

“… Cerveja a 74 reais….minha aposentadoria duraria uma semana nesse país. Eduardo Coudet para 2023……era melhor chamar um brasileiro qualquer.”

 

Pois é, com álcool, a Budweiser custa isso aqui nas Fan Fest, e só lá. Nos estádios, é a Bud também, porém sem álcool e custando 30 rial, o que equivale a R$ 44,00. Refrigerante também é “salgado”: 22 reais nos estádios. Um pacotinho, dos pequenos de batata chips, que no Brasil custa, no máximo R$ 3, aqui, nos estádios: R$ 15,00.

___

Stefano Venuto Barbosa

“Esqueceu de mim, que te sugeriu beber uma cerveja na frente de uma mesquita…”

 

Esqueci não, caro conterrâneo Stefano, mas não sou doido, né? Além de não ter cerveja fácil, mexer com religião aqui é mais complicado que no Brasil, onde não dá nem pra pensar em brincar. Né não?

 

Teve dromedário da abertura. O Fábio Anselmo, irmão do saudoso comentarista Flávio, que mora lá em Brasília, alertou que a imprensa toda errou ao dizer que tinha camelo na cerimônia de abertura, pois no Catar tem é dromedário.

– – –

Mauro Lopes

“Independente das delicadas questões de raça, gênero, religião e exploração trabalhista, tudo que vi desse lugar até agora é de um artificialismo que me causa mal estar. Sou daqueles que não suporta ficar muito tempo dentro de um shopping. E essa Copa parece estar sendo realizada dentro de um.

 

Realmente tudo está muito arrumado por aqui. O Catar se preparou, não economizou para fazer tudo o que tinha que ser feito e o objetivo deles é passar uma boa imagem para o mundo. Certamente vão conseguir, assim como a África do Sul passou em 2010, o Brasil em 2014 e a Rússia em 2018. Pena que o senhor Vladmir Putin, quatro anos depois, aprontou o que está aprontando com a Ucrânia e com o mundo. Jogou toda a bela imagem construída da Rússia fora.

 

Teve o legítimo cavalo árabe na abertura também!

– – –

Pedro Vitor Canela

Acabei de voltar, de uma viagem á serviço, que fiz, a cidade do norte de Minas, Mato Verde, uma cidade pequena, 14 mil habitantes apenas, de lindas serras e cachoeiras, acabei dando ate sorte, pois choveu muito, aliviando o calorão que por ali é intenso…

bom, só pra comparativo, uma Heineken, geladíssima, no Bar do Maciel, tradicional por lá, 12 reais, e o churrasquinho, 6 reais, vai ser bom trem.

 

Deu vontade de conhecer Mato Verde e o Bar do Maciel. Quem sabe, na volta?

 

Vamos ver para quem a taça vai no final

 

Créditos: Reprodução/Blog do Chico Maia

Créditos: Reprodução/Blog do Chico Maia

Créditos: Reprodução/Blog do Chico Maia

 

 

Fonte: Blog do Chico Maia

 

 

Comentários
COMPATILHAR: