Se deseja realmente chegar à reta final do Campeonato Brasileiro como candidato ao título, o Atlético precisa esquecer a noite desta quarta-feira na Vila Belmiro. Com uma péssima atuação, o Galo não segurou o Santos na Vila Belmiro e foi goleado por 4 a 0.

A atuação desastrosa só não teve reflexo pior na tabela porque o líder Corinthians também perdeu na rodada. O Timão foi derrotado por 2 a 1 pelo Internacional em Porto Alegre. Com isso, a distância do Atlético, que soma 49 pontos, para o primeiro colocado segue sendo de cinco pontos. Porém, o Grêmio venceu o Atlético Paranaense e se aproximou, com 48 pontos.

A busca pela reação na briga pela ponta será no domingo. O Galo recebe o Flamengo às 16 horas no Independência. Já o Corinthians recebe justamente o Santos, às 11h, na Arena Itaquera.

O Jogo

Lento, o Atlético viu o Santos construir a vitória com velocidade. Sem criatividade, o Galo encarou um adversário que arriscou jogadas, tabelas. Sem resposta positiva das opções de banco para mudar o cenário no decorrer da partida, restou ao time de Levir correr atrás do rival.

No primeiro tempo, a saída encontrada para furar a defesa santista foi arriscar chutes de longe e tentar no jogo aéreo. Foi pelo alto a melhor chance do Atlético, logo aos oito minutos. Patric cruzou e Carlos, livre na cara do gol, errou o alvo. Nova tentativa, desta vez por baixo, surgiu aos 15 minutos, com Patric chutando da entrada da área, após tabelar com Pratto.

Já o Peixe, com mais velocidade e objetividade, conseguiu infiltrar a área, aproveitando espaços deixados pelo time atleticano. Gabriel, aos seis minutos, perdeu grande oportunidade de frente para o gol. Aos 13, Marquinhos Gabriel recebeu na área, mas chutou por cima.

O gol santista saiu aos 37 minutos. Sem marcação, Gabriel avançou para a entrada da área e chutou forte: 1 a 0. No contra-ataque, aos 40, quase o Peixe ampliou com Ricardo Oliveira, mas o goleiro Victor chegou antes na bola.

Na etapa final, a ousadia santista continuou se destacando. Ao seis minutos, Gabriel deixou de calcanhar para Thiago Maia. Ele cruzou e Ricardo Oliveira perdeu na cara do gol. Três minutos depois, Lucas Lima armou o contra-ataque e lançou Gabriel. O zagueiro Leonardo Silva errou a linha de impedimento e deu condições para o atacante bater na saída de Victor e fazer 2 a 0.

Aos 15 minutos, Levir Culpi tirou Carlos para a entrada de Thiago Ribeiro. Nada mudou. A não ser o placar favorável ao Santos, aos 25, quando Dátolo errou passe. Ricardo Oliveira tabelou com Lucas Lima e recebeu de frente para a meta: 3 a 0.

Com duas novas alterações – saíram Luan e Giovanni Augusto para as entradas de Cárdenas e Dodô -, o Galo, pelo menos, teve chances de diminuir. Mas não era noite do time. Aos 37 minutos, depois do escanteio, Leonardo Silva cabeceou, a bola bateu no travessão e pingou em cima da linha. Aos 41, Thiago Ribeiro recebeu na área e bateu em cima do goleiro.

Aos 46 minutos, o Santos fechou a goleada. Após a troca de passes, Marquinhos Gabriel limpou o lance e bateu para fazer 4 a 0.

Fonte: Superesportes

Comentários