De 2000 a 2007, aumentou em 15% o número de internações de idosos de 70 a 79 anos com pneumonia e em 45% entre pessoas com mais de 80 anos, no Brasil. Já em adultos com mais de 50 anos, o índice de internações cresceu 13%. Esses dados foram apresentados no 21º Congresso Europeu de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas, realizado em maio, em Milão, na Itália.
Entre os principais fatores para o aumento das internações está o fato de que a população brasileira está envelhecendo mais, devido ao aumento da expectativa de vida. Com isso, os idosos vivem mais e, como possuem imunidade mais baixa, acabam ficando mais doentes.
Entretanto, os médicos ressaltam para o número exagerado de internações. No Brasil, mais da metade das pessoas com pneumonia são internadas. Segundo dados da literatura médica, essa taxa deve girar em torno de 20%, quando são seguidos corretamente os critérios.

Comentários