O adolescente de 16 anos responsável pelos ataques a duas escolas em Aracruz, que culminaram com a morte de três pessoas, responderá por ato infracional análogo aos crimes de 10 tentativas de homicídio qualificadas por motivo fútil, que gerou perigoso comum e com impossibilidade de defesa da vítima e, três homicídios qualificados por motivo fútil, que gerou perigo comum e com impossibilidade de defesa da vítima.

A informação foi confirmada no início da tarde deste sábado (26), em nota, pelo governo do Espírito Santo. A investigação apura se há participação de outras pessoas no crime que chocou o Brasil.

O adolescente foi encaminhado ao Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases), em Cariacica, na Grande Vitória. Já as armas apreendidas foram encaminhadas para o setor do Departamento de Criminalística – Balística da PCES, juntamente com as munições. O caso segue sob apuração da Polícia Civil.

O atirador informou a polícia que tinha uma suástica, símbolo nazista, presa à roupa camuflada usada durante o ataque. Outras imagens que remetem ao regime liderado por Adolf Hitler, na Alemanha, também eram presentes na casa em que ele morava. As informações foram repassadas por integrantes do governo capixaba à imprensa durante entrevista coletiva no final da tarde de sexta-feira. O jovem é ex-aluno da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Primo Bitti, onde esteve matriculado até junho deste ano.

 

Fonte: O Tempo

 

Comentários
COMPATILHAR: