Fontes da Segurança Pública de Minas Gerais afirmaram à Itatiaia que foi encontrado material genético de Paulo Sérgio de Oliveira no corpo da menina Bárbara Victória, de 10 anos, encontrada morta no dia 3 de julho em um campo de futebol em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Conforme as fontes, foi encontrado material genético nas unhas da criança e também no cadarço usado para amarrar as mãos dela.

Tido como o principal suspeito pela Polícia Civil, Paulo, que tinha 50 anos, aparece em imagens de câmera de segurança andando ao lado de Bárbara. Na casa do homem, militares encontraram uma sacola de pão similar à que a menina carregava.

Inicialmente, o suspeito negou ser quem aparece nas imagens, mas foi desmentido pelo filho. Ao ser confrontado, ele disse não ter feito nada contra Bárbara. O homem foi encaminhado à delegacia para prestar depoimento e liberado em seguida.

O DNA do suspeito foi coletado pela PCMG no dia 2 deste mês, dois dias depois do corpo da criança ter sido encontrado em um matagal da região. No dia seguinte, Paulo foi encontrado morto na casa de uma tia.

 

Fonte: Itatiaia

 

 

 

COMPATILHAR: