Este domingo (31) foi um dia especial para os brasileiros, principalmente para os amantes do futebol. Era grande a expectativa para a confirmação das 12 cidades que sediarão as partidas da Copa do Mundo de 2014. O anúncio foi feito ontem pelo presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter, em reunião do comitê da entidade em Nassau (capital das Bahamas). E as escolhidas foram: Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

As outras concorrentes eram Florianópolis, Goiânia, Campo Grande, Belém e Rio Branco, que não tiveram sorte em ver seus projetos aprovados.
Agora é hora de fazer o dever de casa e começar a colocar em prática os projetos. Nos dias 8, 9 e 10 de junho, os representantes das cidades escolhidas participarão de um seminário no Rio de Janeiro, quando os projetos serão analisados mais detalhadamente e, em função dos relatórios da Fifa realizados durante as inspeções, possíveis alertas serão feitos.
Esta é a segunda vez que o Brasil recebe uma Copa do Mundo. A outra edição foi em 1950, quando o Brasil foi vice-campeão ao ser derrotado pelo Uruguai na decisão, no Maracanã, estádio que mais uma vez deverá receber o jogo final.
Belo Horizonte sede
Segundo informações da Agência Minas, logo que foi feito o anúncio confirmando BH como sede da Copa, o vice-governador Antonio Augusto Anastasia confirmou a continuidade dos investimentos, em conjunto com a Prefeitura de Belo Horizonte, para garantir toda a infra-estrutura necessária para realizar os jogos, receber turistas, dirigentes esportivos, jogadores, inclusive a Seleção Brasileira.
O vice-governador confirmou que os investimentos serão muito altos e, por isso, virão do Tesouro do Estado, da União, da Prefeitura e também da iniciativa privada. Somente a reforma do Estádio Magalhães Pinto, o Mineirão, receberá investimentos de aproximadamente R$ 1 bilhão.
Há a previsão de vários investimentos na capital mineira e no complexo esportivo Mineirão/Mineirinho. Segundo o governo de Minas, já foram recebidos os resultados dos estudos de viabilidade técnica e o modelo de gestão do Complexo esportivo, realizados pela empresa Ernst & Young Assessoria Empresarial Ltda, contratada pela Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej).
O projeto básico de engenharia e arquitetura já foi entregue ao Comitê Organizador da Copa do Mundo 2014 e à FIFA e o projeto executivo de engenharia, que possibilitará o levantamento dos custos das obras, está em fase de elaboração. A publicação do edital de licitação para a realização das obras deve sair entre os próximos meses de setembro e outubro. A previsão que as obras tenham início em dezembro de 2009, encerrando-se em dezembro de 2012.

Comentários
COMPATILHAR: