Mesmo tendo sido realizadas inúmeras operações ?tapa-buracos? pela administração municipal, na tentativa de sanar ou minimizar problemas conseqüentes de buracos no asfalto, e ainda que por mais de uma vez tenha sido veiculado na imprensa que a Prefeitura em breve resolveria os casos, é necessário que algo de definitivo seja feito. As reclamações sobre ruas praticamente intransitáveis são diárias.
No caso do bairro Cidade Nova, a situação, de acordo com moradores e mesmo de quem precisa ir até lá para trabalhar, é de causar indignação. Os buracos se estendem da porta da empresa Globoaves, adentrando as ruas do bairro. De acordo com a balconista Lana, que está de mudança para o bairro, está praticamente impossível passar com o carro pela área. ?Eu tenho que passar por aqui quase todos os dias para poder acertar os detalhes de minha mudança e está ficando impossível. Alguma coisa deveria ser feita para melhorar a situação.?, comenta a balconista.
Os buracos no bairro Cidade Nova não podem ser considerados como uma novidade. Em 2006, o jornal Nova Imprensa veiculou matéria sobre a situação, em sua edição nº. 477, de abril daquele ano. Sete edições mais tarde, uma manifestação dos moradores dos bairros São Cristóvão e Cidade Nova mostrou o descontentamento da população em relação aos buracos, sendo que àquela época, alguns diziam que mesmo a polícia deixava de atender ocorrências no local por não conseguir passar com a viatura por lá.
Já na esquina da rua Nossa Senhora da Abadia com a Avenida Arnaldo Sena, menos de duas semanas após terem sido tapadas as verdadeiras crateras que existiam por ali, bastou que chovesse para que a situação voltasse a ficar como estava. A área é de tráfego intenso, por ser via de acesso ao UNIFOR e os buracos lá podem ocasionar verdadeiras tragédias, especialmente nessa época de chuvas. ?Está passando da hora que alguma providência seja tomada em caráter definitivo. Não há condições de que, a cada época em que chegam as chuvas, tenhamos que ser submetidos a esses riscos?, comenta um professor.
Na manhã de quinta-feira (10/04), máquinas da Secretaria de Obras já se encontravam no acesso do bairro Cidade Nova, realizando a reforma do local. Próximo ao UNIFOR, porém, o problema permanecia. Espera-se que não sejam apenas medidas paliativas, e que o cidadão formiguense possa trafegar com tranqüilidade.

Comentários