Bebida tipicamente brasileira, a saborosa caipirinha superou a inflação do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da FGV (Fundação Getulio Vargas), que ficou em 4,42% nos últimos doze meses, enquanto a caipirinha ficou mais de 50% mais amarga para o bolso dos consumidores.
Mesmo que a opção dos consumidores seja preparar a caipirinha em casa, eles pagarão em média 51,78% a mais pelos ingredientes. Os aumentos registrados para os insumos: limão (8,93%), aguardente (17,94%) e açúcar (69,81%) entre fevereiro de 2009 e janeiro de 2010 justificam o aumento registrado para a bebida, segundo o economista André Braz, responsável pelo levantamento da FGV.
Uma das justificativas para o aumento, segundo o economista, é o calor excessivo nos últimos meses, que deve ter contribuído para o aumento de consumo da bebida, bem como dos produtos usados em sua elaboração. E, por causa do Carnaval, a alta da procura pela bebida deve crescer ainda mais. Isso pode levar a uma queda na oferta e nova alta de preços.

Comentários
COMPATILHAR: