Os leilões de joias penhoradas, que sempre foram presenciais, agora terão uma versão virtual. A Caixa Econômica Federal lançou uma vitrine online para expor fotos e detalhes das peças e os interessados poderão dar lances nos terminais eletrônicos em qualquer agência, desde que ela opere penhor. O primeiro leilão em Belo Horizonte está marcado para o dia 24 de novembro.
A partir do dia 21, as joias estarão disponíveis para visualização no www.caixa.gov.br/vitrinedejoias. Qualquer pessoa poderá dar um lance, mesmo de diferentes Estados. Para participar, o critério é se cadastrar com antecedência em uma agência da Caixa e, de posse da senha adquirida, registrar o lance em um terminal, no dia marcado para o leilão.
O gerente regional da Caixa em Minas Gerais, Júlio César Tavares dos Reis, explica que, no caso da primeira operação em Belo Horizonte, o interessado terá de 21 a 24 para se pegar a senha. O registro tem que ser feito no dia 24 e o resultado será divulgado no site no dia 25. Entre as vantagens em relação ao modelo presencial, é que atualmente o vencedor só pode pagar em dinheiro, e agora também terá a opção de depositar um cheque na conta indicada. Além disso, o leilão fica mais acessível e mais pessoas podem participar, afirma Reis.
Um joia penhorada pode ir a leilão a partir de 30 dias de atraso do pagamento da taxa mensal. Mas se o titular vir uma peça dele na vitrine, terá até o dia do leilão para regularizar a situação e evitar que ela seja leiloada.
O modelo já foi testado com sucesso em Porto Alegre e, em novembro, além de Belo Horizonte, vai acontecer no Rio de Janeiro e em São Paulo. Em dezembro, será ampliado para Curitiba, Fortaleza e Vitória.

COMPATILHAR: