Da Redação

Durante a reunião de segunda-feira (18) do Legislativo que foi encerrada já na madrugada de terça-feira (19), além da reforma administrativa, foi aprovado o projeto de lei que autoriza o município a pleitear junto ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) um financiamento para construir uma nova sede da Prefeitura.

A aprovação da proposta não foi unânime. Os vereadores Flávio Couto, Flávio Martins, José Geraldo da Cunha (Cabo Cunha) e Joyce Alvarenga votaram contra a proposta por entenderem que diante de outros problemas enfrentados pelo município, esse não seria o momento ideal para priorizar.

O projeto deu entrada no Legislativo no dia 28 de agosto e foi alvo de muitas críticas por parte da população que acredita que o momento é de buscar soluções para questões relacionadas ao abastecimento de água na cidade, como a construção de um reservatório que poderia evitar problemas constantes de desabastecimento enfrentados pela população durante os períodos de estiagem.

Com a aprovação do projeto, a administração municipal cadastrará Formiga junto ao banco para concorrer ao financiamento de até R$3 mihões. O BDMG definirá quais cidades serão autorizadas a solicitar o empréstimo somente no ano que vem.

De acordo com a administração municipal, a nova sede trará muitos benefícios para o município, como economia de R$350 mil por ano com aluguéis, já que no novo prédio serão abrigados os departamentos que funcionam em imóveis alugados.

Segundo nota da Prefeitura,“atualmente, deficientes físicos encontram muitas dificuldades para acessar o prédio da Prefeitura, tendo, em muitos casos, de Eugênio sair do seu gabinete para atender a pessoa, já que a única forma de se chegar ao segundo andar é por meio de escada. Os servidores também serão beneficiados com uma nova Prefeitura, já que o imóvel atual oferece condições precárias de trabalho, pois há risco de incêndio, pelo fato de a construção ser antiga e possuir grande quantidade de equipamentos eletrônicos, e risco à saúde, por causa da presença de pombos entre as telhas e o forro do teto do terceiro andar”.

 

Comentários
COMPATILHAR: