Da Redação

Formiga iniciou o mês de abril com 216 casos suspeitos do novo coronavírus. De lá para cá, mais 98 novos casos foram acrescentados à lista de suspeitos, segundo dados atualizados nesta quinta-feira. 

Também ocorreu nos últimos 15 dias um enorme salto no número de casos descartados. Em 1º de abril eram 20, agora 82 pacientes que realizaram exames testaram negativo para a Covid-19 em Formiga. 

Apesar das notificações inadequadas de casos feitas junto a Secretaria de Estado de Saúde, com testagens positivas de pacientes das cidades de Piumhi, Arcos e Itapecerica, cujos materiais para exame foram enviados para laboratórios de Formiga, a cidade permanece sem nenhum caso da doença.

Este cenário, aliado a outros fatores poderá levar, em breve à flexibilização do atendimento nos comércios da cidade, conforme divulgado em primeira mão pelo Últimas Notícias na na manhã desta sexta-feira (17).

Além das ações de isolamento e fechamento do comércio, nesta semana a Secretaria de Gestão Ambiental realizou, pela terceira vez, a aplicação de solução sanitizante na região central do município. As duas primeiras sanitizações ocorreram às sextas-feiras e, dessa vez, o serviço foi prestado na noite de segunda. 

 Os lugares de maior circulação de pessoas no Centro receberam a aplicação de sanitizante à base de tricloro, como as principais ruas, o acesso da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o Terminal Rodoviário, o Mirante do Cristo, a praça São Vicente Férrer, a praça Ferreira Pires e todas as agências bancárias da cidade. O objetivo da ação é eliminar os patógenos existentes nestas regiões.

Casos na região

A semana foi uma das mais preocupantes com relação aos números confirmados da doença nas cidades próximas à Formiga. Além do aumento significativo nos casos, uma pessoa morreu em Piumhi, vítima da doença.

Em uma semana, os casos em Lagoa da Prata subiram de 11 para 14, em Arcos, de 2 para 7, sendo que umas das pacientes que testou positivo na cidade é a vice-presidente do Legislativo, a vereadora Maria Aparecida Alves, que está em isolamento domiciliar se recuperando da doença sem complicações.

Campo Belo e Piumhi passaram de 1 para 2 casos nessa semana. Porém, na segunda-feira (13), foi confirmado o primeiro óbito na Cidade Carinho. O idoso de 78 anos estava internado há 21 dias.

De acordo com a rádio 104 FM, não houve velório, o corpo foi transportado da Santa Casa de Misericórdia de Piumhi para o Cemitério da Saudade.

O enterro ocorreu respeitando todas as normas sanitárias e à família, com pessoas limitadas. Foi permitida uma oração de, no máximo 10 minutos, com o caixão lacrado.

As equipes da funerária estavam com equipamentos de segurança individual como luvas, máscaras, e roupa especial.

A cidade do Centro-Oeste de Minas em situação mais grave é Divinópolis. Na cidade 30 casos e uma morte foram confirmadas.

Situação em Minas

De acordo com o boletim da SES desta quinta-feira (16), foram confirmados no Estado 958 casos da doença e 33 mortes. Outros 226 casos foram descartados por meio de exame e 77 óbitos da doença estão sendo investigados.

Dos 853 municípios do Estado, 110 já tiveram casos confirmados da doença (12,895%).

Ainda segundo a SES, 78% das mortes ocorreram em pessoas que possuíam fatores de risco.

Comentários
COMPATILHAR: