Um projeto inédito no Brasil de reciclagem de veículos antigos será implementado pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG).
Um acordo assinado neste mês, na cidade de Kanazawa, no Japão, com a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) e a empresa Kaiho Sangyo, possibilitará o sistema ambientalmente correto e sustentável.

O Cefet irá receber aproximadamente um milhão de dólares da JICA, para a criação de uma unidade piloto de reciclagem de veículos e de um Centro Internacional de Treinamento no Câmpus II, em Belo Horizonte. A parceria foi possível graças a um projeto de extensão do professor Daniel Enrique Castro e se desenvolveu por meio da integração da Diretoria de Extensão e Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação.

Segundo a assessoria de imprensa do Cefet, o projeto irá utilizar a sucata ferrosa de veículos reciclados, que reduz em até 56% o consumo de energia na produção de aço comparado com a fabricação desse metal a partir do minério de ferro. No caso do alumínio e cobre, a redução de energia supera 90%.

O objetivo é criar um programa de desenvolvimento de recursos humanos e um centro de educação, para capacitar engenheiros e técnicos do Brasil para sistemas de reciclagem de veículos em fim de vida útil.

Além de projetos de pesquisa no que se refere às diferentes formas de se aproveitar todo o material retirado dos veículos, há a possibilidades também de se construir, com parceiros, projetos de pesquisa e desenvolvimento.

Comentários