Começa nesta quarta-feira (20) o chamado ?segmento de alto nível? da Rio+20 – os três dias em que participam chefes de Estado e de governo.
Eles irão discursar na plenária da Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, e também discutir, junto com os ministros, sobre o rascunho do documento aprovado nesta terça pelos diplomatas dos países. Os discursos estão previstos para começar às 10h. Uma programação provisória prevê falas de 58 ministros, presidentes e vice-presidentes nesta quarta.
Na terça-feira, as delegações receberam e aprovaram um texto com 49 páginas (veja abaixo a tabela que explica algumas das principais medidas discutidas e aprovadas).
Estou extremamente satisfeito. Todos concordaram. É um consenso, disse após a reunião o secretário-geral da ONU para a Rio+20, Sha Zukang.
Em coletiva após a decisão, o governo brasileiro considerou a aprovação uma vitória. ?O resultado não deixa de ser satisfatório, e muito satisfatório, em primeiro lugar?, apontou Antonio Patriota, ministro das Relações Exteriores. ?A expectativa era de ter um texto ou não ter um texto, e temos um texto de consenso?.
Segundo o chefe de comunicação da Rio+20, Nikhil Chandavarkar, o texto liberado não sofreu alterações na plenária.
Ele citou que o bloco europeu e os países africanos ficaram insatisfeitos porque o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente não vira uma agência, mas citou que o texto fala de fortalecimento da instituição.
Os Estados Unidos também teceram comentários críticos em alguns pontos. Os tópicos sobre finanças (meios de implementação) e oceanos também foram aprovados exatamente como está o texto, disse Chandavarkar.
O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, observou na terça que o documento deve sofrer modificações durante a apreciação pelos líderes mundiais.
A presidente Dilma Rousseff, segundo sua agenda oficial, deve chegar ao Rio por volta das 5h desta quarta. O primeiro compromisso do dia é um almoço com o presidente francês François Hollande. À 15h55, está prevista a participação de Dilma na foto oficial da reunião. Em seguida, ela fará abertura do segmento de alto nível da conferência.

Comentários
COMPATILHAR: