Cientistas do Brasil e do Chile vão começar uma gelada viagem até o Polo Sul, na semana em que se completa um século desde a chegada do explorador norueguês Roald Amundsen à região. Os estudiosos pretendem extrair um cilindro de gelo que permita compreender a evolução do clima nos últimos 500 anos.
Segundo o Instituto Antártico Chileno, a expedição terá 15 brasileiros e dois chilenas. A comitiva sai da cidade de Punta Arenas, no extremo sul do continente, nesta sexta (16). Ele vão viajar ao Círculo Polar Antártico e chegam à Geleira União, onde permanecem por mais de um mês e vão suportar temperaturas de até 35 graus abaixo de zero.
Lá, eles vão remover um cilindro de gelo desde 150 metros e tomarão mostras do ar para analisar seus componentes. Com isso, serão feitos estudos de geomorfologia da geleira para determinar os processos que originaram seu relevo.
O projeto custa US/$ 1 milhão para um período de três anos e também participam os Estados Unidos e a Nova Zelândia.

Comentários