Durante uma reunião na tarde de ontem (26), no gabinete do prefeito Aluísio Veloso/PT, foi confirmado na presença das irmãs de caridade e parte do secretariado municipal que o Colégio Santa Teresinha (CST) não fechará as portas.
Os boatos sobre o possível fechamento e até mesmo a demissão do corpo docente se espalharam na quinta-feira passada (22), quando surgiram rumores de que o Santa Teresinha seria comprado pela Fundação Educacional Comunitária Formiguense (Fuom), mantenedora do Unifor-MG e do Colégio de Aplicação.
Depois disso, se espalhou a notícia de que a Prefeitura iria alugar o prédio do Santa Teresinha e algumas secretarias seriam transferidas para lá. Também não passaram de especulações.
No encontro que houve com o prefeito, tudo foi esclarecido e os representantes do Colégio informaram que, diante às inúmeras manifestações de pesar e de apoio de pais, alunos, ex-alunos e da comunidade formiguense, a Província se sensibilizou e anunciou que o CST continuará funcionando.
Como foi anunciado na reunião, nos próximos dias, um procurador deverá vir a Formiga para concluir os trabalhos de consultoria, de forma que não haja prejuízos para nenhuma das partes envolvidas. Apenas este procurador estaria autorizado a falar sobre qualquer negociação que ocorreu durante este período.
Segundo foi apurado junto a representantes do Executivo, a Prefeitura poderia até ser uma parceira da instituição, mas nada foi negociado até o momento.
Com a garantia de se manter de portas abertas, o Colégio Santa Teresinha, continua recebendo matrículas e as aulas começam normalmente na próxima segunda-feira, dia 2 de fevereiro.

Comentários