O homem do campo está cada vez mais inserido na era digital e, em Minas Gerais, os produtores rurais mineiros contam agora com mais uma ferramenta tecnológica para facilitar a gestão de sua propriedade. Cerca de 300 representantes de Sindicatos Rurais de diversas regiões do Estado acompanharam, em Belo Horizonte, o lançamento do Cartão do Produtor Rural CNA CARD, promessa de salto tecnológico para o setor.
O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Formiga, Ivanir Julio da Silveira recebeu simbolicamente das mãos de Roberto Simões, Altino Rodrigues e Elmiro Nascimento o cartão CNA Card. Ivanir Julio foi escolhido por ser um dos mais antigos produtores presentes ao evento. Agora, os mineiros já podem se cadastrar para receber o CNA Card pelo site www.cnacard.com.br.
Fruto de uma parceria entre a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG) e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), o cartão permitirá ao produtor rural economizar tempo e dinheiro para a realização de consultas e emissão de documentos, como a Guia de Trânsito Animal (GTA), a Permissão de Trânsito Vegetal (PTV) e o Certificado Fitossanitário de Origem (CFO), eliminando a necessidade de deslocamento até órgãos emissores como a Receita Estadual, órgãos de Defesa Sanitária animal e vegetal, entre outros.
Todas as operações com o Cartão do Produtor poderão ser realizadas eletronicamente, sem que os produtores rurais precisem se deslocar de suas propriedades. As solicitações de documentos podem ser feitas via computador, smartphones, tablets, terminais móveis eletrônicos ou qualquer outro dispositivo. A solicitação será autenticada e direcionada por uma central, que encaminhará os dados para os órgãos de defesa, como IMA em Minas Gerais, que emitirão as guias ou liberarão os pagamentos, dependendo do tipo de serviço solicitado.
O Cartão atua em cima da Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA), um sistema informatizado elaborado pela CNA e gerido pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA). A PGA integra bases de dados dos órgãos de defesa de todos os Estados, garantindo agilidade na obtenção de informações, com transparência e segurança.
O produtor poderá fazer a solicitação e impressão da GTA de qualquer lugar do mundo, a qualquer dia e horário, com possibilidade de pagamento automaticamente por sistema pré-pago ou por boleto bancário online. O sistema trará assim facilidade, economia de tempo e dinheiro, uma vez que dispensa presença física (com deslocamentos por trajetos muitas vezes longos e estradas precárias), extingue a dependência do produtor aos horários de funcionamento dos escritórios de defesa e reduz custos na emissão de documentos.
Parceria
Durante o evento de lançamento do cartão, o Senar Minas (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e o IMA assinaram ainda protocolo de cooperação para realização de auditorias de certificação nas propriedades rurais do Programa Alimento Seguro (PAS) Leite. As entidades também firmaram parceria para a capacitação de produtores da agroindústria familiar, com foco nos produtores de queijos artesanais.
Caberá ao IMA certificar o processo de produção dos estabelecimentos participantes do PAS Leite no Estado. As exigências básicas são boas práticas de produção. O objetivo é promover a melhoria da qualidade da matéria prima e do produto final. Produtores que alcançarem o nível de conformidade exigido pelo Programa terão as propriedades certificadas pelo IMA.

COMPATILHAR: