A partir do dia 11 de junho deste ano, torcedores de 32 seleções estarão com os olhos grudados na TV para acompanhar os jogos da Copa do Mundo, na África do Sul. Desde o início do mês, as atenções ficarão voltadas para os preparativos de suas seleções para a estreia no Mundial.
No Brasil, a situação deverá ser um pouco diferente, já que os brasileiros terão que dividir suas atenções entre Copa do Mundo e Brasileirão. Por decisão da CBF, a mais importante competição do país será interrompida somente no dia 6 de junho, a cinco dias do início do Mundial. O mesmo acontecerá nos EUA, onde a MLS (Major League Soccer) irá se estender até 10 de junho.
No Brasil, o calendário da CBF significa que alguns clubes brasileiros ficarão sem seus principais atletas em cinco rodadas do Brasileirão. Isso acontecerá porque a apresentação dos atletas da Seleção está prevista para o dia 21 de maio, antes da terceira rodada da Série A, que terá sete partidas antes da Copa do Mundo.
Os dois países estão entre os cinco dos 32 participantes da Copa a desrespeitarem a data-limite da Fifa, 16 de maio, que deveria ser o último dia para partidas de clubes com jogadores de seleções. Além de Brasil e EUA, Argentina, Eslovênia e México também ultrapassam o prazo. Apesar disso, nenhuma das três ligas chega até junho.
Outra competição que vai além da data-Fifa é a Libertadores, com jogo de volta das quartas de final marcado para o dia 19 de maio.

Comentários