O projeto de lei 495/2011, que reconhece como de utilidade pública o Conselho Comunitário de Segurança Pública de Formiga (Consep), foi aprovado na reunião da Câmara Municipal de segunda-feira (27).
Na ocasião, os vereadores parabenizaram o conselho, por meio dos membros que estiveram presente na reunião do Legislativo.
O presidente do Consep, Leonardo Almeida, fez uso da ?Tribuna do Povo? para falar sobre as ações desenvolvidas pela entidade. ?Agradeço a aprovação do projeto e destaco a legitimidade da concessão desse título para o conselho, que é muito importante?.
O Consep se originou em 2007 da transformação do conselho municipal em comunitário. ?Não quero causar mal estar, mas faço honras aos responsáveis por essa conversão. O conselho hoje tem uma independência, ele surgiu da própria comunidade e ele não é ligado a nenhum órgão, e isso dá uma legitimidade. O conselho teve início com o vereador Cabo Cunha; a presidente da OAB, Cirlanda Chaves e o João Adolfo que ainda remanescem conosco no conselho?, explicou.
De acordo com Leonardo Almeida, o Consep é uma organização democrática que conta com a participação popular no que se refere à segurança pública. ?O conselho não tem políticas partidárias, nem religiosas. Defendemos que essa ideia do conselho comunitário deve ser estendida a outros serviços essenciais, como a saúde, a educação. Quem sabe conselhos comunitários nessas áreas?, sugeriu.
O conselho tem como a principal fonte de receita atual uma parceria que se chama ?reciclando o lixo social?. ?Aquele que fere a ordem pública, que fere a lei, ele é chamado no juizado. Lá ele tem que doar uma cesta básica ou um salário mínimo para a comunidade. O Ministério Público é o nosso parceiro e tem direcionado esses recursos para o conselho e nós reaplicamos essa receita em prol da comunidade?.
Leonardo Almeida destacou ainda a campanha realizada pelo Consep em Formiga, em relação à perturbação de sossego e pediu o apoio dos vereadores sobre a ação.

Comentários
COMPATILHAR: