Cresceu o porcentual de brasileiros favoráveis tanto à legalização do aborto quanto à pena de morte. Segundo a pesquisa CNT/Sensus, divulgada nesta segunda-feira (1), entre janeiro de 2001 e janeiro de 2010, subiu de 39,4% para 41,2% a taxa dos que são à favor da pena de morte. Quanto à legalização do aborto, 17,7% eram favoráveis, em janeiro de 2001, enquanto no mês passado o porcentual subiu para 22,7%.
Apesar de o poder público ter intensificado suas ações contra o tabagismo nos últimos anos, cresceu a tolerância ao cigarro. Em janeiro de 2001, 18,1% dos entrevistados diziam que eram à favor do consumo de cigarros. Já no mês passado esse porcentual aumentou para 23,7%.
A tolerância ao uso de álcool também cresceu. Em janeiro de 2001, 18,7% diziam ser favoráveis ao uso de bebidas alcoólicas. Mesma resposta dada por 30,1% dos entrevistados

Comentários
COMPATILHAR: