A Polícia Civil de Juazeiro, no Norte da Bahia, investiga a morte de uma menina após uma parada cardíaca. Anteriormente, Miriam Barbosa dos Santos, de dois anos, teria consumido cachaça acidentalmente.

As informações repassadas pela família à polícia e divulgadas pelo g1 apontam que o pai da criança deixou uma garrafa da bebida ao lado da cama. Enquanto ele dormia, a menina ingeriu o álcool.

Na manhã seguinte, a mãe saiu para trabalhar, sem perceber a situação da filha. Depois, o pai deixou a criança na casa de uma tia e afirmou que ela estava ‘bêbada’.

À tarde, quando o genitor foi buscar a menina, viu que ela apresentava sinais vitais fracos. Então a tia da garota a levou ao hospital, mas Miriam chegou à unidade de saúde já sem vida.

Os familiares prestaram depoimento à polícia. O caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar, na delegacia de Juazeiro.

Fonte: O Tempo

 

COMPATILHAR: