O Cruzeiro está de volta à Série A do Campeonato Brasileiro, depois de três anos disputando a Série B. A vitória sobre o Vasco por 3 x 0 coroou o trabalho de Paulo Pezzolano e dos jogadores do time celeste, que lutaram bravamente, e conseguiram chegar aos 68 pontos, como líder absoluto. Com o resultado desta quarta-feira, o Cruzeiro não pode mais ser alcançado pelo quinto colocado e o próximo passo agora é conquistar o título.

A festa foi imensa, numa noite iluminada que teve 59.204 pessoas vibrando muito no estádio, entre elas o gestor da SAF Cruzeiro, Ronaldo, e o filho dele, Ronald, fazendo show como DJ, no gramado, antes da partida.

O jogo

O Vasco começou pressionando e, logo aos 14 segundos, conseguiu o primeiro escanteio. Em um minuto, mais um. Nenê cobrou com perigo e Rafael Cabral cedeu um novo escanteio, assustando a torcida.

Nos minutos iniciais, o time carioca conseguiu segurar o Cruzeiro, que tinha dificuldades para chegar à área adversária. Aos 22 minutos, Eguinaldo invadiu a área com perigo, mas na dividida com Rafael Cabral a bola foi para tiro de meta.

A primeira chance real do Cruzeiro foi só aos 24 minutos e terminou em gol. Filipe Machado aproveitou a falha de Eguinaldo, que tentou sair jogando, e chutou de fora da área. A bola desviou e o goleiro Thiago Rodrigues falhou. Cruzeiro 1 x 0.

O Vasco sentiu o gol e a bola passou a ficar mais com os jogadores cruzeirenses. Numa jogada individual, Edu arriscou da intermediária, mas o chute subiu demais e foi para fora. A pressão cruzeirense resultou numa falta na intermediária e Bruno Rodrigues acertou o travessão, quase no ângulo do goleiro vascaíno.

Só dava Cruzeiro, que teve mais uma chance com Bruno Rodrigues cobrando falta. Desta vez, a bola bateu na barreira. A Raposa passou a dominar completamente o jogo, após o gol, e poderia ter feito mais no primeiro tempo.

Segundo tempo

O Cruzeiro teve uma oportunidade logo no início. A bola sobrou para Lincoln, dentro da área, mas o chute saiu pela linha de fundo, longe do gol vascaíno. Aos 14 minutos saiu o segundo gol. Bruno Rodrigues arrancou, em um contra-ataque, e rolou a bola para Edu ampliar o placar. O VAR ainda demorou um pouco para confirmar, mas não teve jeito: 2 x 0 Cruzeiro.

O Vasco só arriscava uns chutes de longe, sem perigo para o goleiro Rafael Cabral. E aos 40 minutos, jogada pela esquerda e a bola sobrou para Luvannor marcar o terceiro gol, que decretou a volta da Raposa à elite do futebol brasileiro.
Agora é só comemorar e esperar a próxima partida, que será na quarta-feira contra a Ponte Preta, em Campinas.

Fonte: Hoje em Dia

Comentários
COMPATILHAR: