A cidade de Pains inova, mais uma vez, a área cultural. Fortalecida pela implantação do Cineclube Núcleo Vida Saudável há menos de um ano, foi palco de um curso gratuito de cinema.
Com duração de 20 horas, de 16 a 19 de junho, o curso reuniu cerca de 50 participantes de Pains e região, no Núcleo Vida Saudável, onde funciona o Cineclube, como estudantes, professores, jornalistas, publicitários, advogados, donas de casa, aposentados e até cineasta aprenderam mais sobre esse mundo mágico.
As primeiras imagens, os pioneiros no ofício da sétima arte, os grandes clássicos e cineastas consagrados fizeram parte do conteúdo, ministrado pela professora, documentarista e produtora cultural, Júnia Torres. Documentário e ficção também foram apresentados, assim como suas características e peculiaridades dentro da linguagem cinematográfica.
Para exemplificar, Junia Torres exibiu grandes referências do cinema como o documentário Terra Deu, Terra Come; Viajo porque preciso, volto porque te amo; Barravento, de Glauber Rocha e Boca de Lixo (Coutinho), além do eterno Tempos Modernos, de Charles Chaplin filme que arrancou risadas e agradou bastante ao público bem diversificado e de faixa etária diferenciada.
Estiveram presentes durante todo o curso, a representante da diretoria do audiovisual, da Secretaria de Estado de Cultura, Clarisse Machado e o cineasta Joe Basílio. Entre as produções de Joe está o filme Gerda Malaperis, que resgata a língua esperanto (idioma universal) e que teve cenas gravadas em Pains, em 2006.

Comentários
COMPATILHAR: