Da Redação

Com o pedido de exoneração protocolado pelo advogado Antônio Monteiro, houve na Câmara Municipal de Formiga, uma movimentação com o retorno a alguns cargos de advogados que nos últimos anos se revezaram no exercício das funções de assessores jurídicos e/ou assistentes jurídicos do Legislativo.

Ao Últimas Notícias, Antônio Monteiro informou que o pedido de exoneração se deve ao fato de, no momento, ele, que também defende os interesses da Santa Casa de Caridade de Formiga, se ver obrigado a se ausentar do município em razão de uma série de audiências trabalhistas que surgiram após o término do contrato celebrado entre a Santa Casa e o município de Divinópolis, onde a entidade atuou como gestora da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto.

Monteiro, neste mandato, atuou como assessor jurídico de 10 de janeiro a 4 de setembro, quando foi exonerado e em 5 de setembro foi nomeado na função de assistente judiciário, prestando serviços ao SAJ.

Nessa mesma data, o profissional foi substituído pela advogada Waldereci Santos, que da mesma forma se exonerou do SAJ, vaga então ocupada por Antônio Monteiro.

Miriam Mendonça, que no ano passado atuou como assessora jurídica do Legislativo, agora retorna à Câmara, vindo a ocupar a vaga deixada por Monteiro, no SAJ, nessa segunda-feira (4).

Comentários
COMPATILHAR: