A Defesa Civil de São João Batista do Glória (Sul de MG) interditou por tempo indeterminado o Canyon Cascata Eco Parque, também conhecido como Cascatinha.

No domingo (29), Gabriel Antônio Barbosa de Oliveira e Mel Carvalho Carmo, morreram afogados no local.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Bruno Brito de Almeida Rosa, o órgão já apura a existência de possíveis irregularidades no empreendimento. Existem indícios de que áreas que já haviam sido interditadas anteriormente continuavam sendo utilizadas no local.

Um laudo da Defesa Civil apontou, entre as irregularidades existentes, a falta de sinalização em trilhas, insegurança em pontos de apoio para práticas de rapel, falta de barreira de proteção e de guarda-vidas.

Ainda conforme a Defesa Civil, só depois do estudo, é que será possível definir quais sanções poderão ser aplicadas.

Morte de casal afogado

O casal morreu afogado no domingo enquanto nadava no poço de uma cachoeira do complexo que fica às margens do Lago de Furnas, em São João Batista do Glória.

Gabriel e Mel foram até a cachoeira a convite do irmão da jovem que havia sido contratado para trabalhar em um eco parque em São João Batista do Glória. Segundo consta no Boletim de Ocorrência, os três foram até um dos poços da Cachoeira Cascatinha, que fica em uma área particular, para nadar.

Ainda de acordo com o BO, o irmão de Mel contou que o cunhado teve algum problema de saúde, gritou por socorro e se afogou. A namorada dele foi tentar ajudá-lo e também acabou se afogando.

O corpo da mulher foi encontrado no início da tarde e resgatado pelos bombeiros. Já o corpo do homem foi encontrado por volta de 17h.

A Santa Casa de Passos, onde os dois trabalhavam, emitiu uma nota de pesar nas redes sociais lamentando as mortes: “Neste momento de grande dor, a Santa Casa de Misericórdia de Passos manifesta sua solidariedade aos familiares e amigos, prestando condolências e os mais sinceros pêsames”, diz a nota.

Fonte: G1

Comentários
COMPATILHAR: