A Prefeitura de Arcos, por meio da Secretaria de Saúde e do Setor de Epidemiologia, divulgou nesta sexta-feira (11) o Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) do mês de novembro de 2022.

Os dados coletados de 7 a 11 deste mês trazem o índice de infestação de 5,4%, obtido no munícipio. O preconizado pelo Ministério da Saúde é que o índice esteja menor que 1%, para que não haja risco de uma epidemia.

O cenário inspira cuidados, pois o verão e as chuvas já batem à porta, no caso o período mais favorável para a proliferação do mosquito. É preciso que a população ajude de forma cotidiana nas ações de combate e controle do vetor.

 Cuidados importantes

 1- Atente-se aos vasos de plantas

Coloque areia até a borda dos pratinhos para evitar o acúmulo de água. Alternativamente, lave-os uma vez por semana com sabão e escova.

  1. Livre-se de objetos que acumulam água

Dê o destino correto a latas, garrafas, potes, pneus e qualquer outro tipo de objeto que possa servir como criadouro, optando pela reciclagem sempre que possível.

  1. Armazene garrafas da forma correta

Se você deseja guardar garrafas e outros objetos que podem acumular água, armazene-os tampados ou com a boca para baixo.

  1. Evite a contaminação de calhas e caixas-d’água

As calhas devem ser mantidas desobstruídas e livres de folhas e galhos, enquanto a caixa-d’água deve estar sempre bem tampada.

  1. Higienize recipientes que armazenam água

Tanques, barris e tonéis utilizados para guardar água da chuva, por exemplo, devem ficar tampados e ser higienizados semanalmente com escova e sabão. As piscinas devem ser tratadas com cloro.

  1. Tenha cuidado com o lixo

Amarre bem as sacolas e deposite-as em lixeiras fora do alcance de animais. Não jogue lixo em terrenos baldios.

  1. Utilize proteção individual

As medidas coletivas de proteção podem ser complementadas com cuidados como o uso de repelentes e inseticidas, a instalação de mosquiteiros e telas em portas e janelas e a preferência por roupas de mangas compridas.

Dengue pode matar: ao ter sintomas, procure um médico

Os primeiros sintomas de dengue são pouco específicos e incluem febre, dor de cabeça, náuseas, vômitos, manchas vermelhas na pele e dores nas articulações e nos músculos, o que torna difícil diferenciar essas doenças entre si e em relação a outros males.

Por isso, além de saber como identificar o mosquito Aedes aegypti e adotar as medidas de prevenção, é preciso estar atento aos sintomas e procurar atendimento médico de emergência ou com o clínico geral, para obter o tratamento mais adequado.

Fonte: Portal Arcos

Comentários
COMPATILHAR: